Japão tem primeira mulher no comando de uma frota de guerra

Ryoko Azuma, de 44 anos, comandará quatro navios e terá 1.000 tripulantes sob seu comando

07/03/2018 - 14:32 - Atualizado em 07/03/2018 - 14:39

Quase 14.000 mulheres servem atualmente nas Forças de Autodefesa (Foto: divulgação)

A Marinha japonesa anunciou nesta terça-feira (06) que nomeou pela primeira vez uma mulher para comandar uma frota de navios de guerra, que inclui a maior embarcação da força nipônica.

Ryoko Azuma, de 44 anos, vai comandar uma frota de quatro navios e terá 1.000 tripulantes sob seu comando.

"É a primeira vez que uma mulher é nomeada para o posto", afirmou o porta-voz da Força Marítima de Autodefesa Japonesa. 

"Mas não foi escolhida porque é uma mulher", completou.

Entre os navios da frota está o porta-helicópteros "Izumo", o maior navio militar construído por Tóquio desde a Segunda Guerra Mundial.

"Quero fazer o melhor possível para cumprir a difícil missão que me confiaram", declarou Ryoko Azuma após a cerimônia de nomeação em Yokohama.

"Não penso no fato de ser uma mulher, mas quero me esforçar para virar um exemplo para as jovens oficiais", completou.

Quase 14.000 mulheres servem atualmente nas Forças de Autodefesa, nome do exército japonês, ou seja, apenas 6% do total.

Veja Mais