Cade aprova venda da Hamburg-Süd

Aval foi emitido sem restrições, conforme publicação no Diário Oficial da União

24/09/2017 - 14:59 - Atualizado em 24/09/2017 - 15:08

Armadora opera 130 conteineiros com uma capacidade combinada de 625 mil TE (Foto: Divulgação)

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a compra da armadora alemã Hamburg-Süd por sua concorrente dinamarquesa Maersk Line, atual líder mundial no transporte marítimo de contêineres. O aval foi emitido sem restrições, conforme publicação na edição da última sexta-feira (22) do Diário Oficial da União.

A  decisão foi divulgada quase um mês depois de a Superintendência-Geral do Cade ter declarado a negociação das duas empresas de transporte marítimo “complexa” e, ainda, ter exigi diligências adicionais para aprofundar a investigação sobre as condições de rivalidade nos mercados afetados.

Em junho, a fim de obter a autorização das autoridades brasileiras para a aquisição da Hamburg-Süd, a Maersk concordou em vender a Mercosul Line, sua unidade brasileira destinada à navegação de cabotagem (realizada ao longo da costa de um país ou de um continente), para a empresa de transporte de contêineres francesa CMA CGM. A medida foi necessária pois, ao controlar a armadora alemã, a dinamarquesa assumirá sua empresa de cabotagem, a Aliança Navegação.

A transação já foi aprovada nos Estados Unidos, na União Europeia, na Austrália, na Costa Rica, no Equador, em Israel, no Japão, no México, no Marrocos, na Nova Zelândia, no Paquistão, na Suíça, na Tunísia, na Turquia e na Ucrânia. Mas ainda está sob análise no Chile, na China. na Colômbia, em Honduras, no Paraguai, na África do Sul e na Coreia do Sul.

A Hamburg-Süd opera 130 navios conteineiros com uma capacidade combinada de 625 mil TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés). O valor da negociação não foi divulgado.

Veja Mais