APM usa drones para reforçar segurança e eficiência de seus terminais

Tecnologia está sendo utilizada nos portos de San Antonio e Santiago, no Chile

04/09/2018 - 15:33 - Atualizado em 04/09/2018 - 16:20

 Operadora está entre os primeiros do setor a implementar a tecnologia (Foto: Divulgação)

A APM Terminals está usando drones para melhorar a segurança e a eficiência operacional em suas instalações nos Portos de San Antonio e Santiago, no Chile.

Testada pela primeira vez em 2016, a tecnologia tem sido usada para filmar operações, monitorar os fluxos de tráfego e a eficiência da pilha de contêineres e observar possiveis ameaças aos complexos. 

A operadora está entre os primeiros do setor portuário a implementar a tecnologia, que vem substituindo os guardas portuários. 

Enquanto as operações são documentadas e analisadas a partir de cima, um ponto de vista que anteriormente não estava disponível, os seguranças se concentram em áreas com menos tráfego e máquinas.  

Como contrapartida, os clientes do terminal devem concordar com as políticas de segurança das instalações, que descrevem as regras em vigor e a presença dos drones.

Além de sua função de supervisão, os drones também podem executar tarefas anteriormente perigosas, como inspeções em telhados e pontes rolantes.

Hector Espinoza, diretor da América Latina na Container Operators SA da APM Terminals apontou o setor de mineiração como inspiração para implantar a tecnologia. "Eu sabia que o setor de mineração estava tendo sucesso com os drones por segurança, então começamos a testá-lo."

LEIA MAIS

<