Suspeito de matar companheira e crianças é preso em São Vicente

Magno Brandão Ferreira, de 27 anos, estava desaparecido desde que os corpos das vítimas foram encontrados

20/06/2018 - 07:59 - Atualizado em 20/06/2018 - 08:12

Vitimas foram mortas a facadas na
 casa onde moravam (Vanessa Rodrigues/AT) 

O principal suspeito de assassinar, a facadas, a companheira e as duas filhas dela no Parque Continental, em Sâo Vicente, foi preso na madrugada desta quarta-feira (20).

De acordo com informações da Polícia, Magno Brandão Ferreira, de 27 anos, foi preso na casa da mãe. 

Thamiris de Souza Santos, de 31 anos, e as filhas dela, Nayara e Nicolly de Souza Santos, respectivamente de 8 e 4 anos, foram encontradas mortas na casa onde moravam. Os corpos foram encontrados na madrugada do último dia 10, já em estado de decomposição, cada um em uma parte da casa.

Pelo banheiro da casa, policiais ainda encontraram peças de roupa masculina sujas de sangue e, no interior da pia, havia marcas de sangue seco.

Thamiris e as filhas, Nayara e Nocolly, foram encontradas mortas no último dia 10 (Foto: Reprodução/Facebook)

Whatsapp

Uma conversa, por meio do aplicativo Whatsapp, em que Brandão fala para o pai “sei que nunca vai me perdoar. Mas eu não sei como foi, só sei que foi eu” chegou às mãos da polícia, tornando o companheiro de Thamiris o principal suspeito.

Em outro trecho da troca de mensagens, o investigado afirmava ao pai: “eu estava em casa normal, dormimos e quando eu acordei estava com uma faca na mão e a mulher eu mais amava me dizendo que me perdoava, pq não era eu e disse que me amava muito” (sic).

O pai do investigado ainda pergunta onde ele está escondido, mas não obtém a resposta. “Não pai. Amo o senhor. Amanhã eu ligo para dizer que estou bem”. Diante dos apelos para saber onde Magno estava, ele respondeu: “não pai. Desculpa. Te amo”. A troca de mensagens é datada de sexta-feira.

Na ocasião, em conversa com os agentes, o pai de Brandão informou que ele é usuário de drogas.

Veja Mais