Policial Militar morre após ser baleado com um tiro na cabeça

Caso ocorreu em Itanhaém na noite de quarta-feira

07/12/2017 - 18:02 - Atualizado em 07/12/2017 - 18:08

Bruno chegou a ser levado ao hospital, mas
não resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução)

Um soldado da Polícia Militar morreu após ser baleado na cabeça, por motivo ainda ignorado, às 23h52 de quarta-feira (06), em Itanhaém. Lotado na 3ª Companhia do 39º BPM/I (Área Continental de São Vicente), Bruno Fabiano Bicudo Vaz, de 23 anos, perdeu massa encefálica, chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu.

O crime ocorreu no Jardim Magalhães, em frente à casa de um amigo de Bruno, que também é policial militar e tem 23 anos.

Os dois jovens combinaram assistir a um show no município vizinho de Mongaguá. Para isso, a vítima foi até a casa do amigo, onde tomou banho e se arrumou.

Em seguida, Bruno se dirigiu até a frente da residência. Ele ficou dentro de um carro aguardando o amigo também tomar banho e se arrumar.


Segundo o dono do imóvel, em dado momento, ele ouviu um disparo e correu até a frente da casa, se deparando com Bruno baleado no meio da rua. Peritos coletaram no local um cartucho deflagrado de pistola calibre 9 milímetros.

O soldado foi levado inicialmente ao Hospital Regional de Itanhaém, sendo depois transferido ao Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande.  Ele passou por cirurgia e morreu horas depois. 

Veja Mais