Policial militar é executado com tiros de fuzil em Vicente de Carvalho

Pelo menos 50 disparos foram efetuados na direção do carro em que estava o PM

26/09/2018 - 10:01 - Atualizado em 26/09/2018 - 15:06

Peritos trabalham no local do crime ocorrido na manhã desta quarta-feira (26) (Foto: Rogério Soares/AT)

O cabo da Polícia Militar José Aldo dos Santos, de 49 anos, foi executado com diversos disparos de fuzil, na manhã desta quarta-feira (26), na Rua Maranhão, em Vicente de Carvalho, Guarujá. A vítima, que tinha um casal de filhos, entrou para a corporação em 1995  e era lotada na Força Tática do 21 º Batalhão de Polícia Militar do Interior, com sede em Guarujá. A Reportagem apurou no local, que o policial já havia sofrido outras duas tentativas de homicídio. 

O crime ocorreu por volta das 7h30. O cabo da PM estava de folga e foi assassinado logo após deixar a esposa na travessia de barcas. Ele estava em um Honda Civic preto, com vidros blindados, porém, no momento em que o carro foi alvejado, os vidros estavam abertos.



Pelo menos 50 disparos teriam sido efetuados na direção do veículo, emparelhado por um outro carro de passeio, com pelo menos três ocupantes. Há suspeita de que eles tenham partido de um fuzil. 

Cabo da PM era lotado na Força Tática do 21º BPMI
(Foto: Divulgação)

Somente no para-brisa foram contabilizados cerca de 12 disparos. Marcas de tiros também foram registradas na lateral e no capô do veículo. 

A Reportagem conversou com uma mulher que mora perto do local do crime e que preferiu não se identificar. ''Eu estava olhando no relógio na hora exata. Foram rajadas de tiros às 7h34 e logo depois várias viaturas da PM chegaram''.

Após os disparos, uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi enviada ao local e constatou o óbito do PM. 

Peritos do Instituto Médico Legal (IML) foram acionados e por volta das 11 horas, o corpo do PM foi removido. O veículo passa por perícia. O caso será registrado no 1º DP de Guarujá. 

Crime ocorreu por volta das 7h30, na Rua Maranhão (Foto: Rogério Soares/AT)

Veja Mais