'Consórcio' de maconha é desmantelado após apreensão em Santos

Traficantes se uniram para adquirir carga de 624 kg, escondida em carregamento de soja e avaliada em R$ 500 mil

03/08/2017 - 07:50 - Atualizado em 03/08/2017 - 07:55
Caminhão tem placas de Terra Rica (PR); motorista é de Rondônia (Foto: Divulgação)

Traficantes da região se uniram em consórcio para adquirir o grande carregamento de maconha apreendido às 21h30 de terça-feira (1), na Zona Noroeste de Santos. 

Divulgada inicialmente como sendo uma tonelada, a carga ilícita estava dividida em 675 tijolos, que totalizaram 624 quilos. A maconha estava escondida sob um carregamento de soja a granel e está avaliada em cerca de R$ 500 mil.

Quatro homens foram presos em flagrante por tráfico e associação para o tráfico. Um deles é o motorista Diego dos Santos Silva, de 30 anos, morador em Machadinho d’Oeste, município de Rondônia.

Diego dirigia um caminhão Scania, que tracionava uma carreta. Ambos os veículos são brancos e têm placas de Terra Rica (PR). À frente, em um Fiat Palio cinza com emplacamento de Santos, três homens faziam a escolta da carga de maconha.

O trio ocupante do automóvel reside no Rádio Clube, em Santos, e é formado por Valter José Gomes Júnior, de 32 anos, Henrique de Jesus Muniz, de 34, e Clarindo Gonçalves de Moraes, de 20.

A abordagem ao caminhão e ao carro ocorreu na Avenida Nossa Senhora de Fátima, na Areia Branca. O trio que estava no Palio negou vínculo com o Scania. Porém, em ambos os veículos havia tíquetes que registram a passagem deles nos mesmos horários em mais de uma praça de pedágio.

Os acusados foram autuados pelo delegado João Octávio de Mello, sendo a prisão fruto de investigações realizadas pelos policiais André Arcanja, Luiz César de Almeida e Éder Tonelli. Eles souberam que grande quantidade de maconha chegaria em Santos nesta semana em um caminhão branco, escoltado por um Palio cinza.

Em uma viatura descaracterizada, Luiz César se posicionou sobre o viaduto da Alemoa, na Via Anchieta, e viu esses dois veículos chegando à Cidade. Eles ingressaram na Avenida Nossa Senhora de Fátima, sendo interceptados na Areia Branca.

Arcanja e Tonelli ocupavam uma viatura convencional e bloquearam a pista sentido São Vicente da avenida, forçando a parada do Scania e do Palio. Os acusados foram conduzidos ao distrito e os investigadores começaram a inspecionar o carregamento de soja.

Com o encontro dos tabletes de maconha, os quatro homens receberam voz de prisão. A droga estava acondicionada em diversos pacotes contendo quantidades variadas de tijolos. A pesagem do entorpecente terminou ontem de manhã.

Cada pacote estava identificado por letras, que representam os inúmeros traficantes para os quais se destinaria a maconha. As investigações agora prosseguem para descobrir os destinatários da droga.

Veja Mais