Mulher morta por amiga em Monte Cabrão chegou a morar com a assassina

Erica Oliveira da Silva, de 24 anos, foi morta a facadas na noite de sábado

15/01/2018 - 07:23 - Atualizado em 15/01/2018 - 08:18

Érica estava numa fase boa de sua vida quando
 foi assassinada (Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução)

Casada havia oito meses, Erica Oliveira da Silva, de 24 anos, que foi morta na noite de sábado (13)  a facadas por uma amiga, em Monte Cabrão, na Área Continental de Santos, vivia fazendo planos ao lado do marido. O motivo do crime era o desejo da assassina em assumir o cargo profissional da vítima. 

Conforme seus parentes, a jovem estava feliz da vida, pois estava perto de concluir as obras da casa em que morava com o companheiro.  “Ela falava para todo mundo que, assim que terminasse toda a construção, ia se dedicar a comprar um carro. Depois disso, a meta era se tornar mãe. Ter uma família era o grande sonho da vida dela”, conta uma familiar que não quis revelar o nome. “Ela era uma sonhadora. Amava viajar. Dizia que queria conhecer o mundo todo viajando. Infelizmente, isso não vai acontecer”. 

Feliz

Formada em Administração de Empresas e trabalhando na pedreira havia quatro anos, Erica fazia questão de dizer o quanto estava feliz no trabalho.

Vizinhas desde criança, Erica e a acusada moraram juntas por um tempo na infância. Conforme moradores de Monte Cabrão, aos 12 anos, a mãe da agressora a colocou para fora de casa. Ao ver que a menina não tinha para onde ir, a mãe da auxiliar administrativa a convidou para morar em sua casa. 

Sob o mesmo teto por cerca de 11 meses, elas criaram uma grande amizade. Entretanto, conforme revelações da família, com o passar dos anos, Erica teria percebido atitudes invejosas por parte da amiga e decidiu se afastar. 

A partir daí os problemas começaram, terminando, no último sábado, da pior maneira possível. Erica foi velada durante a manhã e o início da tarde deste domingo. O sepultamento ocorreu no fim da tarde. 

Veja Mais