Lanchonete do Deck do Pescador é furtada pela terceira vez em 22 dias

Crimes começaram a acontecer depois que a ressaca destruiu a ponte, em 21 de agosto de 2016

06/11/2017 - 22:33 - Atualizado em 06/11/2017 - 23:11

Frequentadores e proprietários fazem um abaixo-assinado pela reforma e segurança do local

O que era um ponto turístico de Santos, há pouco mais de um ano se transformou em ponto de crimes. Em apenas 22 dias, a lanchonete do Deck do Pescador foi furtada três vezes, a última delas nesta segunda-feira (6).

“Levaram R$ 300,00 em dinheiro, cigarros e bebidas mais caras. Também tivemos um prejuízo de R$ 500,00 da porta (de metal, que foi arrombada)”, conta a proprietária Maria Vânia Magalhães de Vasconcelos.

Cansados de se manifestarem apenas nas redes sociais, os frequentadores do espaço e donos do estabelecimento começaram um abaixo-assinado em prol da reforma do lugar e a presença 24 horas da Guarda Civil Municipal (GCM).

“Ficamos na insegurança e com o medo de chegar pela manhã (no local) e notar que tenha acontecido (um furto) de novo”, diz Vânia. Desde a ressaca do dia 21 de agosto de 2016, o local tem sido alvo constante de vândalos.

A proprietária estima que o furto tenha sido o décimo sexto após a ressaca. Ela ressalta que já registrou diversas ocorrências, mas nada mudou.

Reforma fica para 2018

Em nota, a Secretaria de Infraestrutura e Edificações informa que o convênio com o Governo do Estado ainda não foi assinado. “Por esse motivo, o lançamento do edital da licitação não aconteceu no final do mês (de outubro) como estava previsto”.

A Prefeitura de Santos es estima que o convênio seja assinado até o final deste ano e o edital da licitação seja lançado até o início de 2018.

Com relação à insegurança, a Secretaria de Segurança vai intensificar as rondas da Guarda Municipal no local mencionado. 

Veja Mais