Jogador de futebol é assassinado a tiros em Praia Grande

O zagueiro Alan Junior Pereira Alves, de 26 anos, conversava com um amigo quando foi atingido pelos disparos

12/01/2018 - 21:28 - Atualizado em 12/01/2018 - 21:53

Jogador foi morto a tiros na tarde desta sexta-feira 
(Foto: Divulgação)

O jogador de futebol  Alan Junior Pereira Alves , de 26 anos, foi assassinado a tiros na tarde desta sexta-feira (12) na Rua Corá Coralina, no Anhanguera, em Praia Grande.  Ele jogava como zagueiro no Clube Deportivo y Social Santa Rita, do Equador, e passava férias na Cidade, onde nasceu. 

De acordo com testemunhas, Alan Junior conversava com o amigo Mafaldo Alexandre Pereira na rua, quando uma dupla passou de moto e atirou contra os dois. Alan morreu na hora. Mafaldo chegou a ser socorrido e levado ao Pronto-Socorro do Quietude.  O estado de saúde dele é grave. 

De acordo com a mãe de um amigo da vítima, que preferiu não se identificar, Alan veio para a região em dezembro e devia retornar ao Equador hoje, mas adiou o retorno para o sábado.  "Não sei nem o que falar. Ele era um ídolo dos moradores daqui. Um menino exemplar. Nunca foi envolvido com drogas e não tinha inimigos. Acredito que ele estava no lugar errado e na hora errada", lamentou. 

No Facebook do jogador, centenas de posts de amigos e parentes  lamentavam a perda.  "Vá em Paz Alan Pereira,  meus sentimentos a família!", "A minha amizade e carinho por você mudaram de endereço, agora têm como destino o céu. Sentirei muitas saudades, meu grande amigo! Descanse em paz meu irmão! Vai fazer muita falta pra gente!", " Tristeza enorme saber que você se foi assim. Você sempre teve um respeito com todos, moleque humilde e correu muito atrás do seus sonhos, chegou muito longe e hoje infelizmente sua jornada foi interrompida..."

As causas do crime ainda são desconhecidas. A Polícia investiga o caso.

Nota de falecimento

Na página do Facebook do jogador, o Santa Rita publicou uma nota de falecimento. "O Santa Rita lamenta profundamente o falecimento de Alan Pereira , ex-futebolista da nossa instituição na temporada 2017.

A nossa nota de sentidas condolências aos seus familiares, perante esta tragédia. Deus lhes dê a força necessária para suportar esta dor. Descanse em paz, irmão! 


Violência

No dia 7 de julho do ano passado, o jogador de futebol Johnson Kendrick, de 24 anos, também foi assassinado com um tiro no rosto durante uma tentativa de assalto, no Pae Cara, em Vicente de Carvalho. Kendrick jogava  era atacante do Al-Gharafa Sports Club, do Catar e estava de férias na cidade onde nasceu.

 

Veja Mais