Investigador Pradão morre na Santa Casa de Santos aos 72 anos

Estivador aposentado e advogado, ele foi presidente da escola de samba União Imperial

21/01/2018 - 12:56 - Atualizado em 21/01/2018 - 13:04

Corpo de Pradão será velado na segunda-feira,
na Santa Casa de Santos (Foto: Arquivo Pessoal)

Considerado lenda viva da Polícia Civil e da época em que a vocação era o fator determinante para o ingresso na instituição, quando ainda não se exigia nível superior para a carreira, o investigador aposentado Carlos Alberto Prado, o Pradão, de 72 anos, faleceu neste domingo (21), às 9h40, vítima de complicações de saúde. Ele estava internado na Santa Casa de Santos havia 52 dias e completaria 73 anos de idade em 2 de fevereiro.

Pradão chefiou os setores de investigação de diversas delegacias e distritos policiais. Participou da elucidação de inúmeros crimes e colecionava, com muito orgulho, vários álbuns com as notícias desses esclarecimentos publicadas em A Tribuna e nos extintos jornais Cidade de Santos e Polícia Sem Censura.

No entanto, Pradão não era conhecido apenas no meio policial, no qual mais se notabilizou. Estivador aposentado, ele também era popular entre os trabalhadores do cais. No mundo do samba, deixou a sua marca, presidindo a escola de samba União Imperial. Formado em Direito, obteve a sua carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em 2015.

Velório

O corpo de Pradão será velado a partir das 7 horas desta segunda-feira (22), na Santa Casa de Santos. O sepultamento acontece às 16h30, no Cemitério da Filosofia, no Saboó. Ele era casado com Cristina Maria e deixa os filhos Carlos Eduardo, professor de judô, e Carla Alessandra, tradutora, que mora na Itália, mas já estava no Brasil desde o final do ano passado, devido ao estado de saúde do pai.

Carlos Eduardo explica que o velório e o sepultamento do pai serão na segunda-feira, porque Matheus de Almeida Prado Barroso, de 18 anos, único neto de Pradão, está a caminho do Brasil. Estudante e lutador de jiu-jitsu, o jovem é filho de Carla e reside com a mãe na Itália.

Veja Mais