Homem mata ex-mulher, enteado e filha adotiva

Após tirar a vida de familiares, ele cometeu suicídio

11/10/2017 - 20:24 - Atualizado em 11/10/2017 - 21:13

Um homem se suicidou após matar a ex-mulher, de 37 anos, a enteada de 14 anos e um enteado de 19 anos,  esfaqueados, na madrugada desta quarta-feira (11), em uma residência no Residencial Padre Vitorino, em General Salgado, interior de São Paulo.

Segundo a Polícia Civil, que está investigando o caso, o motorista Valteni Ferrari, 55 anos, teria abusado da enteada  há cerca de um mês. Na ocasião, a adolescente relatou o ocorrido à mãe, que se separou do motorista e o entregou à polícia.

Desde então, o motorista fugiu e, por meio de ligações e mensagens, ameaçava a ex-mulher e a família, prometendo voltar para fazer vingança.

Nesta madrugada, ele retornou e cometeu os homicídios. Seu outro filho com ex-mulher, de apenas 9 anos, desesperado com a cena, se escondeu em um quarto para não ser morto pelo pai e ligou para a Polícia Militar da cidade, pedindo ajuda.

O namorado da enteada também estava no local no momento do crime, mas não foi atingido, pois saiu imediatamente atrás de ajuda.

De acordo com o relato do namorado  à polícia, Valteni chegou por volta das 5 horas e pulou o muro. Ele portava um canivete e ameaçou a ex-mulher,  que tinha uma medida protetiva contra ele devido às investigações do estupro.

Veja Mais