Homem efetua disparos contra viatura da PM em São Vicente

Depois de ignorar a ordem de parada de uma equipe da Polícia Militar e efetuar disparos contra a corporação, o acusado foi baleado e preso

12/08/2016 - 18:34 - Atualizado em 12/08/2016 - 18:35

Depois de ignorar a ordem de parada de uma equipe da Polícia Militar e efetuar disparos contra a corporação, Eder da Silva Barros, de 22 anos, foi baleado e preso, na noite de quinta-feira, no Joquei Clube, em São Vicente. 

O acusado estava sobre uma moto junto de um comparsa, que conseguiu fugir a pé. Atingido na virilha, no fêmur e de raspão nas costas, Eder permanece internado no Hospital Municipal sob escolta policial, mas não corre riscos de morte.

O conflito entre Eder e a PM ocorreu na Avenida Wilson Thomas. Na garupa do veículo, o acusado sacou uma pistola 380 da cintura e efetuou um disparo contra a corporação após o seu comparsa ignorar as determinações da PM e tentar fugir em alta velocidade. Sob a justicativa de agir em legítima defesa, os policiais revidaram a agressão com 14 tiros. 

Quatro disparos feriram Eder e isso obrigou o comparsa a parar a moto. Ambos desembarcaram com armas nas mãos e efetuaram mais disparos. Baleado, o acusado não conseguiu fugir e foi capturado. Por conta dos ferimentos, uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada e conduziu Eder ao hospital. A arma usado por ele foi apreendida e encaminhada ao Instituto de Criminalística (IC). Questionado, ele afirmou que comprou a pistola de um caminhoneiro por R$ 2 mil. 

O caso foi registrado na Delegacia de São Vicente pelo delegado Renato Porto Pires, mas as investigações para identificar e prender o comparsa serão realizadas pelos policiais do 2ºDP da Cidade. 

Veja Mais