Homem é preso após agredir a mulher e jogá-la do carro em movimento

Caso ocorreu em Itanhaém, na noite de sábado. Vítima sofreu vários ferimentos e teve nariz fraturado

19/08/2018 - 20:48 - Atualizado em 19/08/2018 - 20:56

Vítima foi socorrida e levada para a
UPA de Itanhaém (Foto: Divulgação)

O funcionário público Paulo César Galdeano, de 50 anos, foi preso em flagrante, às 22 horas de sábado (18), em Itanhaém, sob a acusação de agredir a mulher e depois jogá-la do carro que ele dirigia em movimento.

A vítima é jornalista e tem 30 anos. Ela sofreu vários ferimentos pelo corpo e teve o nariz fraturado, sendo atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itanhaém.

Segundo a mulher, ela e Paulo César se casaram há quatro meses, mas vivem juntos há um ano. A jornalista disse que o acusado é agressivo e, no sábado à noite, a ofendeu e a agrediu com tapas, cotoveladas e socos dentro do carro.

O veículo transitava pela Rua Vereador Angelino de Bortoli, no Belas Artes. Em dado momento da agressão, Paulo César soltou o cinto de segurança da mulher e a jogou para fora do carro em movimento.

Populares prestaram socorro à vítima e acionaram a Polícia Militar. O funcionário público negou a violência, alegando que a mulher “caiu” ao descer do veículo e apenas pediu socorro para eventualmente prejudicá-lo.

A versão de Paulo César não surtiu efeito na Delegacia Seccional de Itanhaém. A delegada Evelyn Gonzalez Gagliardi o autuou por agressão, com base na Lei Maria da Penha, e por tentativa de homicídio qualificado. 

Veja Mais