Perseguidos, procurados da Justiça batem carro e acabam presos em Guarujá

Eles estavam em um carro com vidros escuros e despertaram a atenção de policiais

20/09/2018 - 12:03 - Atualizado em 20/09/2018 - 12:13

Arma e carregadores foram apreendidos
pela polícia (Foto: Divulgação)

Dois procurados da Justiça foram capturados no início da madrugada de quarta-feira (19), em Guarujá, durante perseguição policial. A dupla estava em um carro New Beetle preto, com placa de Juazeiro (BA), que colidiu em um poste de sinalização de trânsito. No carro havia uma pistola Glock calibre 9 milímetros e dois carregadores municiados com o total de 29 cartuchos.

A arma e os carregadores estavam entre o banco do motorista e a porta esquerda. Wellington Tomaz do Carmo, de 32 anos, dirigia o veículo e foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ele levava como passageiro José Carlos Coutinho Chaves, de 40 anos, que também ficou preso, por haver contra si ordem de captura expedida pela 2ª Vara Criminal de São Bernardo de Campo.

Pesquisa de antecedentes revelou que Wellington também é procurado, com mandado de prisão preventiva da 8ª Vara Federal de São Paulo. Ele e José Carlos moram em São Paulo e transitavam com o New Beetle pela Avenida Puglisi, em Guarujá. O automóvel estava com as janelas levantadas e não dava para visualizar quem estava dentro, porque ele possui película escura nos vidros.

O carro passou por uma viatura do 2º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) e Wellington não obedeceu à ordem de parada, acelerando. Houve perseguição, que terminou na Avenida General Rondon, após esse acusado colidir no poste de sinalização. O motorista e o passageiro não se feriram com a batida. A dupla não teve chance de reação, porque logo os policiais a renderam e localizaram a pistola. 

Veja Mais