Dise descobre laboratório de drogas em Guarujá e trio é preso

No local foram apreendidos 61 quilos de maconha, cocaína e crack

20/07/2018 - 20:35 - Atualizado em 20/07/2018 - 20:39

Laboratório funcionava em um barraco, no Bairro Cachoeira
(Foto: Divulgação)

Um laboratório de drogas foi descoberto em Guarujá por policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), no final da tarde de quinta-feira (19). No local havia 61 quilos de maconha, cocaína e crack. Três homens foram presos em flagrante por tráfico.

Márcio Sérgio Santos de Santana, de 23 anos, Cláudio Ramon Oliveira Freitas, da mesma idade, e Erick dos Santos Nascimento, de 19, estavam sentados a uma mesa embalando drogas em porções individuais para a venda a varejo.

Totalizando 58 quilos, a maconha estava dividida em 81 tijolos e dezenas de porções. Também foram apreendidos 1,5 quilo de crack e 1,5 quilo de cocaína distribuídos de diversas formas.

O laboratório funcionava em um barraco. Ele fica em uma viela no Bairro Cachoeira. Informações dão conta que o local pertence a um traficante conhecido por Marreta, que não foi capturado.

Os rapazes presos confirmaram que Marreta é o “patrão”, ou seja, responsável pelo tráfico da área, e admitiram ser os seus funcionários nessa atividade criminosa. O trio alegou ignorar o nome completo e o endereço de Marreta.

A equipe da Dise ainda recolheu no laboratório cerca de 70 quilos de produtos químicos para serem misturados às drogas, saco com luvas para o manuseio dessas substâncias, quatro liquidificadores, cinco facas, quatro peneiras, 11 balanças, 16 rádios de comunicação, cinco cadernos com anotações relacionadas ao tráfico, colete à prova de balas e quatro munições de calibre 38. 

Veja Mais