Cães vítimas de maus-tratos são resgatados de casa em Praia Grande

Havia, pelo menos, seis cachorros vivos e outros dois mortos em estado de decomposição

21/04/2018 - 12:43 - Atualizado em 21/04/2018 - 15:24

Animais estavam em um cômodo, sem água e alimentação (Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental) 

Pelo menos seis cachorros da raça Whippet - conhecidos como cães de corrida - foram resgatados após serem vítimas de maus-tratos em uma casa na Rua Guiana Francesa, no Bairro Guilhermina, em Praia Grande.

Esqueléticos, os animais estavam machucados e desnutridos. De acordo com a Polícia Militar Ambiental (PMA), outros dois cachorros foram encontrados mortos e em estado de decomposição. 

Os agentes suspeitam que a residência era usada como um criadouro clandestino para reprodução e comercialização dos bichos. 

A Polícia só chegou ao local após denúncias de vizinhos. Eles suspeitavam que o proprietário do imóvel estaria morto, por conta do forte odor de podridão exalado no local.

Segundo a PMA, durante a vistoria foram apresentadas aos agentes imagens e filmagens que estavam circulando nas redes sociais com as condições degradantes em que os animais estavam, como desnutrição, desidratação extrema, ambiente sujo, sem água e alimentação.

Policiais chegaram ao local após denúncias de vizinhos (Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)

Em posse do material, os policiais se deslocaram ao Distrito Policial e apresentaram o material para o delegado de plantão, que após tomar ciência dos fatos autorizou a equipe a arrombar os cadeados e resgatar os animais. Equipes da Vigilância Sanitária e perícia acompanharam a ocorrência.

O proprietário da casa não foi encontrado e é procurado pela Polícia. Ele será multado R$ 30 mil pela Polícia Militar Ambiental. Na Polícia Civil, o homem vai responder a um inquérito sobre crime ambiental.

Veja Mais