Assalto em residência de Guarujá deixa três mortos

Cada suspeito estava armado com um revólver calibre 38

25/04/2018 - 21:30 - Atualizado em 25/04/2018 - 21:30

Dois rapazes e um adolescente invadiram uma casa em Guarujá para assaltar e morreram durante troca de tiros com policiais militares do 21º BPM/I.

O imóvel fica no Loteamento João Batista Julião, na Enseada. Ele foi invadido pelo trio no início da manhã e pertence a um empresário, de 60 anos.

Também estavam na residência uma advogada de 53 anos, mulher do empresário, e um estudante de 20, filho do casal. Todos foram feitos reféns pelos ladrões.

Uma pessoa percebeu a ação dos marginais, telefonou para a Polícia Militar e logo chegaram ao local quatro viaturas, que se posicionaram na frente e atrás da casa.

Após o cerco à moradia, alguns policiais ingressaram nela, tendo à frente um cabo munido de escudo à prova de balas. Arthur Felipe Souza da Costa, de 21 anos, abriu fogo contra os PMs e foi atingido.

Esse jovem se encontrava em uma escada. A progressão dos policiais pelo interior da casa prosseguiu até a frente de um quarto, onde estava um adolescente de 17 anos, que também atirou e foi baleado.

Leandro da Silva Pereira, de 22 anos, estava na frente de outro quarto. Como os comparsas, ele enfrentou os policiais e levou a pior no confronto. Todos os PMs escaparam ilesos.

Equipes de uma ambulância e de duas motocicletas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) levaram Leandro, Arthur e o adolescente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Enseada, onde eles faleceram.

Cada rapaz estava armado com um revólver calibre 38, que foram apreendidos com as armas dos policiais para serem submetidos a perícia. O trio também portava objetos tomados dos moradores da casa, que foram devolvidos às vítimas.

Veja Mais