Acusado de abastecer ponto de tráfico em Itanhaém é preso

Suspeito, segundo a polícia, era responsável por atender o bairro Belas Artes

14/08/2018 - 20:28 - Atualizado em 14/08/2018 - 20:33

Dentro de tonel plástico foram encontradas porções de cocaína, crack e maconha  (Foto: Divulgação)

Procedente de São Paulo e apelidado por Baleado, Leonardo Silva Alves, de 19 anos, foi preso acusado de ser o responsável pelo abastecimento do ponto de tráfico de Itanhaém conhecido por Boca do BA, em alusão ao bairro Belas Artes.

A captura de Baleado foi realizada graças à investigação conjunta de policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) e do 2º DP de Itanhaém. Eles apuraram que o acusado passou a morar nesta cidade do Litoral Sul, próximo à Boca do BA.

Durante as investigações, apurou-se que o marginal escondia os entorpecentes em uma área de mangue no final da Rua Manoel Francisco Lisboa. Na última segunda-feira (13), os policiais realizaram varredura na região e descobriram o esconderijo das drogas.

Em um tonel plástico azul achado no mangue havia 2.558 papelotes de cocaína, 465 cápsulas de crack, 949 porções de maconha, 47 vidros de lança-perfume e cinco folhas com anotações relacionadas à contabilidade do tráfico. O peso bruto da maconha, do crack e da cocaína totalizou 5,4 quilos.

Segundo do delegado Bruno Mateo Lázaro, titular da Dise de Itanhaém, Baleado foi autuado em flagrante por tráfico. Contra o rapaz ainda foi cumprido mandado de busca e apreensão da Vara da Infância e da Juventude, decorrente de ato infracional cometido na época de adolescência.

LEIA MAIS

<