Luan vive expectativa de atuar no primeiro Dérbi pelo Palmeiras

Zagueiro creditou melhor momento no Verdão a Scolari e rechaçou favoritismo contra o Corinthians

07/09/2018 - 15:17 - Atualizado em 07/09/2018 - 15:30

Luan atuou em 12 partidas nesta temporada, sendo 11 como titular (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

O duelo contra o Corinthians, neste domingo, às 16h, no Allianz Parque, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. será o primeiro de Luan com a camisa do Palmeiras. O zagueiro vê com bons olhos a possibilidade de estrear no Dérbi.

“Todas as vezes que tive oportunidade de ir a campo, tenho encarado como a grande chance da minha vida. O time deles é uma boa equipe. Eles são o Corinthians, nós somos o Palmeiras. Expectativa é a maior possível, ainda mais se tratando do meu primeiro clássico. A gente espera que seja um grande jogo”, disse.

Elogiado publicamente pelo técnico Luiz Felipe Scolari, o defensor já realizou 12 partidas pelo Verdão nesta temporada, sendo 11 como titular. Para ele, o treinador é um dos grandes responsáveis pelo momento positivo na equipe.

"Ele é um cara que dá muita confiança. Esse momento que fiquei sem jogar foi muito ruim, mas ao mesmo tempo foi bom porque cresci como atleta e entendi que precisava de algo a mais para jogar. Quando o Felipão chegou, se eu estivesse largado, talvez não estaria jogando. A chave é a confiança, e ele fala que confia muito no nosso potencial. A gente espera corresponder às expectativas dele”, avaliou.

Campeão olímpico com a Seleção Brasileira em 2016, o zagueiro retomou a boa fase nesta temporada. Confiante após as oportunidades dadas por Scolari, Luan revelou ter estado chateado por não ter conseguido apresentar um bom futebol no Alviverde.

"Vim de duas cirurgias em um momento em que o time não estava tão bem. Eu entrei e não consegui fazer bons jogos. Até entendo as críticas que recebi da imprensa e da torcida. Ao clube mesmo não consegui retribuir. Isso me deixou chateado e, a partir desse momento, voltei super motivado neste ano”, discursou.

Apesar do melhor momento do Palmeiras e de ter o fator casa a seu favor, o defensor rechaçou o favoritismo no Dérbi e pregou cautela ao time.

"Favoritismo nesses jogos grandes não existe. Vamos dar a vida. Já temos feito isso em todos os jogos, deixando nosso coração ali dentro. Tratando-se de um clássico em casa, vamos fazer isso da melhor maneira possível”, finalizou o defensor.

Veja Mais