Justiça derruba bloqueio de R$ 200 milhões de Palmeiras e Gustavo Scarpa

Liminar, que havia sido pedida pelo Fluminense, foi cassada nesta quinta (9)

09/08/2018 - 18:56 - Atualizado em 09/08/2018 - 19:18

Scarpa foi liberado em junho para defender o
Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

Gustavo Scarpa obteve mais uma vitória contra o Fluminense nos tribunais. A Justiça derrubou, nesta quianta-feira (9), o bloqueio de R$ 200 milhões do Palmeiras e do meia citado, que tinha sido obtido via liminar pelo clube carioca.

Aceitando pedido do Fluminense, na última sexta-feira, a juíza Dalva Macedo, da 70ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, havia determinado a apreensão judicial de bens dos devedores (atleta e equipe paulista). Isso para garantir futura cobrança de uma possível dívida.

Apesar disso, nesta quinta, segundo o site Globo Esporte, que publicou inicialmente a informação, a desembargadora Mery Bucker Caminha, vice-corregedora do Tribunal Regional do Trabalho, derrubou a liminar.

Scarpa briga na Justiça com o Tricolor das Laranjeiras desde o começo do ano. Em junho passado, ele conseguiu um habeas corpus e foi liberado para defender o Palmeiras. 

Como ainda não há uma decisão definitiva para o caso, o Verdão tenta um acordo com o Fluminense. O time carioca, inicialmente, pediu 4 milhões de euros (mais de R$ 17 milhões) para encerrar o assunto. O Palmeiras recusou.

Confira o comunicado emitido pelo advogado do meia:

Nesta quinta-feira (09), apresentamos Reclamação Correicional contra a decisão da Juíza de 1ª instância, Dra. Dalva Macedo, que ordenou o bloqueio de 200 milhões contra o Gustavo Scarpa e contra a Sociedade Esportiva Palmeiras.


A Desembargadora, Dra. Mery Bucker Caminha, Vice-Corregedora do TRT do RJ, e responsável por analisar o caso, deferiu liminar que havíamos requerido em favor do Gustavo Scarpa ordenando a imediata suspensão da ordem de bloqueio de 200 milhões e, ainda, determinando que a Dra. Dalva Macedo não realize quaisquer atos de execução adicionais no processo em favor do Fluminense.


Bruno Tocantins

Tocantins Advogados

Veja Mais