Gustavo Scarpa tenta anular decisão da Justiça para voltar ao Palmeiras

Na última quinta, liminar que liberava o meia de contrato com Fluminense foi derrubada

20/03/2018 - 20:40 - Atualizado em 20/03/2018 - 21:39

Gustavo Scarpa tem dois gols pelo Palmeiras
(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

Os advogados do meia Gustavo Scarpa entraram com uma medida junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST). O objetivo é anular o julgamento que derrubou a liminar que liberou de seu contrato com o Fluminense. O estafe do jogador argumenta de que houve violação do direito de defesa e devido processo na decisão do TRT-RJ. As informações são dos portais Globo Esporte e Uol Esporte.

"A alegação nesse momento é de uma irregularidade processual que acarretou na nulidade desse julgamento. Entramos com a medida hoje, trata-se de uma questão processual. Ela pede a nulidade do julgamento por não observância de princípios de ampla defesa e contraditório", disse o advogado Maurício Corrêa da Veiga.

Segundo a defesa de Scarpa, que acertou com o Palmeiras após deixar o Fluminense, também não houve a devida publicação da pauta do julgamento, que ocorreu na quinta-feira passada (15). Com isso, o procedimento seria nulo e teria de ser repetido.

Caso a correção seja deferida, a decisão que derrubou a liminar será anulada, e um novo julgamento teria de ser marcado. Até lá, Scarpa retornaria ao Verdão.

Por ora, o jogador não pode jogar pelo Palmeiras. Atendendo à decisão da Justiça, a CBF já anulou o registro do atleta.

Scarpa entrou na Justiça contra o Fluminense no começo do ano, alegando falta de pagamento. Quando a liminar foi obtida, ele fechou com o Verdão.

Veja Mais