Em até cinco dias, Delegacia de Peruíbe deve ser reaberta

O Estado ficará sujeito a multa diária de R$ 5 mil

11/09/2017 - 19:01 - Atualizado em 11/09/2017 - 19:03

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) deverá reabrir, em até cinco dias úteis, o 1º Distrito Policial (DP) de Peruíbe, no Caraguava. A ordem é do juiz substituto da 2ª Vara da Fazenda Pública na Cidade, Bruno Nascimento Troccoli, que concedeu liminar (decisão urgente e provisória) baseada em ação civil pública impetrada pelo Ministério Público Estadual (MPE) – que agiu a pedido da Prefeitura.

O Estado ficará sujeito a multa diária de R$ 5 mil, em valor revertido ao Município, caso descumpra a decisão. Cabe recurso. A Procuradoria-Geral do Estado informou, porém, que ainda não havia sido notificada formalmente.

Esse DP e os 1º e 2º distritos de Mongaguá foram fechados em agosto por determinação da Delegacia Seccional de Itanhaém, que solicitou medidas de contingência diante da crise econômica no Estado. O atendimento ficou concentrado nas delegacias sede de Peruíbe e Mongaguá.

A Prefeitura de Peruíbe solicitou nesta terça-feira (22) ao Ministério Público Estadual o ajuizamento de uma ação contra o Governo do Estado para solicitar a reabertura do 1º DP do Município, em Caraguava, o bairro mais populoso da Cidade.

O prefeito peruibense, Luiz Maurício (PSDB), gravou um vídeo no dia 22, cobrando a reabertura do distrito policial e dizendo que pediria providências ao MPE. No fim de agosto, a Prefeitura de Mongaguá enviou ofício à SSP requerendo a reativação dos distritos, nos bairros Jussara e Flórida Mirim,  e espera resposta.

Veja Mais