Após quedas de barreiras, Mogi-Bertioga ficará interditada por mais cinco dias

Departamento de Estradas de Rodagem (DER) intensificou os trabalhos para a liberação do tráfego

16/02/2018 - 21:45 - Atualizado em 16/02/2018 - 21:51

A rodovia Mogi-Bertioga permanecerá bloqueada por um prazo de três a cinco dias. A via segue totalmente interditada desde a tarde desta sexta-feria (16), por conta  de três quedas de barreiras e pedras no Km 82, Km 87 e Km 88, em Mogi das Cruzes (SP), no trecho de serra da via. 

Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), no trecho de Biritiba Ussu em Mogi das Cruzes, passam cerca de 16.125 veículos por dia. Já no trecho Esplanada, em Bertioga, circulam em média 10.590 veículos. Os dados levam em conta o tráfego em dias normais. Em feriados prolongados, a rodovia chega a receber 60 mil veículos.

O DER informou que intensificou os trabalhos para a liberação do tráfego na altura do Km 82, Km 87 e Km 88, entre os municípios de Biritiba Mirim e Bertioga.

Via segue totalmente interditada desde a tarde desta sexta-feira (Foto: Divulgação/PM Rodoviária)

Opção para os motoristas

O desvio do tráfego no sentido São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba deve ser realizado pelas rodovias dos Tamoios (SP 099) e Oswaldo Cruz (SP 125). Já para os condutores que trafegam para Guarujá e Bertioga, o Departamento orienta seguir pela via Anchieta (SP 150) e Rodovia dos Imigrantes (SP 160).

Uma faixa da Rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro (SP 098), na altura do Km 088, foi liberada às 10h51, possibilitando a descida dos veículos que se encontravam na pista sentido Bertioga.

Veja Mais