Após dois adiamentos, PS Infantil em Vicente de Carvalho abre nesta sexta-feira

Unidade no Pae Cará foi reformada para oferecer nove leitos; local terá consultórios e salas de inalação

11/10/2018 - 15:00 - Atualizado em 11/10/2018 - 15:00

Prefeitura faz últimos ajustes para a entrega da unidade nesta sexta-feira (12) (Foto: Irandy Ribas/AT)

Depois de dois adiamentos, Vicente de Carvalho, em Guarujá, poderá, enfim, contar com um pronto-socorro infantil a partir desta sexta-feira (12). O lugar deve facilitar a vida da população, que tem, hoje, apenas uma unidade pediátrica na Cidade para urgências e emergências.

O novo PS Infantil, na Avenida São João, 111, no Pae Cará, foi reformado para oferecer nove leitos: seis de enfermaria, um de isolamento e dois de emergência. O equipamento terá, ainda, dois consultórios e salas de inalação. Três médicos atenderão de dia e dois, à noite.

“Em Vicente de Carvalho, temos uma carência que precisa ser suprida”, diz o secretário de Saúde do Município, Sandro Abreu. “Como é uma unidade especializada no público infantil, com certeza atenderemos com muito mais atenção aquela região”, completa.

O lugar começa a funcionar depois de dois adiamentos. Primeiro, a promessa do prefeito Válter Suman (PSB) é que o equipamento seria aberto em abril deste ano. O prazo, então, passou para junho e, depois, para outubro.

Segundo o secretário de Saúde, a contratação de médicos pediatras foi a parte mais complicada para a abertura da unidade, pois os salários oferecidos não são sedutores. 

“Não só em Guarujá, mas no Brasil, é uma coisa difícil de se conseguir no Poder Público. Nós abrimos concurso e chamamos cinco pediatras, mas só um compareceu na convocação. Você não tem como dar para o médico um salário muito maior que outros profissionais de nível superior e isso acaba não sendo atrativo. O médico arruma dois plantões e acaba recebendo mais”, afirma Abreu. 

Nesta quarta-feira (10), funcionários da Prefeitura ainda trabalhavam na pintura e na arrumação de móveis e medicamentos.

Alívio 

Atualmente, quem precisa de atendimento pediátrico precisa ir à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), próximo à Prefeitura de Guarujá. O lugar recebe pacientes de toda a Cidade e faz entre 750 e 1.000 atendimentos por mês, segundo a Secretaria de Saúde.

Os pacientes ouvidos pela Reportagem reclamaram de demora no atendimento por causa do movimento intenso. Segundo eles, há dias em que a espera é de até duas horas.

“Um pronto-socorro em Vicente de Carvalho vai facilitar a nossa vida. Demoro uns 30 minutos de carro para sair de lá e chegar até aqui. Quem precisa de ônibus, então, é mais de uma hora”, relata a dona de casa Giovanna Farias de Jesus, moradora do Jardim Boa Esperança, em Vicente de Carvalho.

O secretário, entretanto, ainda não sabe quantos pacientes serão atendidos por mês na nova unidade. “Só abrindo pra ver. Quando você inaugura uma unidade de saúde, há um pico de atendimento nos dois ou três primeiros meses”, prevê Sandro Abreu.

Veja Mais