Técnico Alberto Valentim desobedece ministro e é demitido do Pyramids após 3 jogos

Turki al-Sheikh queria que jogador fosse barrado, mas o treinador não fez isso

16/08/2018 - 17:36 - Atualizado em 16/08/2018 - 17:53

No Egito, Valentim ganhou dois jogos e empatou um
(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

Após três jogos à frente do Pyramids, do Egito, o técnico Alberto Valentim foi demitido. O motivo foi um atrito entre o treinador, que passou por Palmeiras e Botafogo, com um ministro, que é dono da equipe. O caso envolveu o jogador brasileiro Ribamar.

Segundo o site Uol Esportes, Turki al-Sheikh, o bilionário saudita que comprou o clube egípcio em junho passado, queria que o atacante citado fosse barrado. Ele exigiu isso na última terça-feira (14), antes do embate com o El Geish.

Valentim não gostou da atitude do chefe e escalou Ribamar, contrariando o ministro. Curiosamente, Ribamar fez os dois gols na vitória por 2 a 1 do Pyramids.

Mesmo assim, al-Sheikh decidiu demitir o técnico. Valentim deixa o clube, que comprou, recentemente, o ex-palmeirense Keno e o ex-corintiano Rodriguinho, com dois triunfos e um empate.

Veja Mais