Em confronto equilibrado, Corinthians e Inter ficam no empate

Leandro Damião, impedido, marcou para o Colorado; Douglas deixou tudo igual para o Alvinegro

23/09/2018 - 17:55 - Atualizado em 23/09/2018 - 18:42

Corinthians reagiu rapidamente ao marcar gol logo no início do segundo tempo (Foto: Agif/Folhapress)

O Corinthians empatou com o Internacional por 1 a 1, neste domingo (23), em partida disputada na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Em um jogo equilibrado, o Colorado abriu o placar do Leandro Damião, impedido, no final do primeiro tempo. O Alvinegro reagiu no início da segunda etapa, com Douglas. O resultado coloca o Timão, momentaneamente, na sétima colocação, com 34 pontos. Os gaúchos seguem na vice-liderança da competição, agora com 50 pontos.

Agora, o Corinthians foca na Copa do Brasil. Na quarta-feira (26), a equipe recebe o Flamengo, às 21h45, na Arena Corinthians, pela partida de volta da semifinal. Na ida, um empate em zero a zero. Só com o Brasileiro em disputa, o Inter volta a campo no próximo domingo (30), às 16h, contra o Vitória, no estádio Beira-Rio.

Em jogo de poucas chances, Damião, impedido, marca

O Corinthians quase abriu o placar no primeiro minuto de jogo. Os zagueiros Klaus e Emerson Santos bateram cabeça e a bola sobrou para Douglas, que tentou encobrir Marcelo Lomba, mas chutou por cima do gol. Aos 7 minutos, Jadson encontrou Fagner dentro da área. O lateral chutou e o goleiro do Inter fez outra boa defesa.

O primeiro lance de perigo do Colorado foi por acaso. Aos 14 minutos, Fagner recuou para Cássio que, fora da área, tentou fazer um lançamento. A bola explodiu em Leandro Damião e foi na direção do gol corintiano, mas para fora.

Após uma pressão na primeira metade, o Corinthians desacelerou um pouco e o Inter passou a tentar pressionar. Contra um time bem arrumado defensivamente, porém, os gaúchos não conseguiam encontrar espaços. Já o Alvinegro, passou a tentar explorar os contra-ataques, marca registrada do time campeão brasileiro de 2017.

No entanto, as duas equipes sofriam na criação, com dificuldade no último terço do campo. Com isso, as chances de gol passaram a ser raras, já que ninguém acertava o último passe. Os poucos chutes a gol não ofereciam risco a Cássio ou Marcelo Lomba.

Com o jogo mais truncado, a bola parada foi decisiva para o Inter. Aos 44, Nico López sofreu falta. Edenilson cobrou na segunda trave, Cássio saiu errado e Leandro Damião, impedido, abriu o placar.

Corinthians reage

Assim como no início do primeiro tempo, o Corinthians voltou com uma postura mais ofensiva. E empatou logo aos 4 minutos. Jadson cobrou escanteio, e Romero cabeceou no travessão. No rebote, Douglas apareceu sozinho para completar para o gol aberto.

Assim como na primeira etapa, as equipes alternavam bons e maus momentos em campo. Apesar da posse de bola dividida, o Corinthians controlava mais as ações ofensivas. Já o Colorado, mais recuado, chamou o rival para seu campo e pouco ameaçava o rival.

Os técnicos resolveram mexer nas equipes. Odair Hellmann sacou Zeca, mal em campo, para a entrada de Fabiano. Já Jair Ventura apostou em mais criatividade, com a saída de Mateus Vital para dar lugar a Pedrinho. O Inter se deu melhor nas trocas e passou a ameaçar mais. Mas, a bola não chegava ao pé dos atacantes com chance para o gol. O resultado foi uma série de cruzamentos por parte dos gaúchos contra uma defesa corintiana segura, que afastava os perigos.

Mais uma rodada de alterações: Araos e Emerson Sheik entraram nos lugares de Douglas e Romero, no Corinthians. Já no Inter, Rossi e D'Alessandro foram a campo nas vagas de Nico López e William Potker.

Apesar das substituições, os times seguiram ser criar grandes chances de gol. Na parte final, o Colorado - que esteve recuado durante boa parte do segundo tempo, ainda tentou valorizar a posse de bola e buscar o ataque, mas o Alvinegro segurou o ímpeto do rival e manteve o empate.

Ficha técnica:

Corinthians - Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel, Douglas (Araos), Ángel Romero (Emerson Sheik), Jadson e Mateus Vital (Pedrinho); Clayson. Técnico: Jair Ventura.

Internacional - Marcelo Lomba; Zeca (Fabiano), Klaus, Emerson Santos e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e Nico López (Rossi); William Pottker (D'Alessandro) e Leandro Damião. Técnico Odair Hellmann.

Gols - Leandro Damião, aos 44 minutos do primeiro tempo (Inter); Douglas, aos 4 minutos do segundo tempo (Corinthians).

Cartões amarelos - Rodrigo Dourado e Patrick (Inter).

Árbitro - Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (AB-GO).

Público - 27.199 espectadores.

Renda - R$ 1.149.396,60.

Veja Mais