D'Alessandro vai à polícia e registra ocorrência após ataques nas redes sociais

Medida foi tomada após boatos e ofensas à família do atleta do Internacional na internet

14/06/2018 - 20:06 - Atualizado em 14/06/2018 - 20:22

D'Alessandro não atua pelo Internacional desde 6 de
maio (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O meia D'Alessandro registrou ocorrência na Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Informáticos, em Porto Alegre, nesta quinta-feira (14). A medida foi tomada após boatos e ataques à família do camisa 10 do Internacional nas redes sociais. A Polícia Civil vai investigar origem e envolvidos nos episódios.

A ocorrência foi lavrada com visita do argentino e um advogado ao posto policial. Além do depoimento, D'Ale entregou um relatório com postagens das mensagens à polícia.

"Há alguns dias, o atleta nos procurou junto ao clube para promovermos algum tipo de censura envolvendo essas ofensas pessoais na internet. Para evitar que isso passe do que entendemos que é o limite, resolvemos ir até à Delegacia", disse Matheus Marques, advogado de D'Alessandro no caso, à Rádio Grenal.

O inquérito vai tentar localizar responsáveis e origem. Após isto, a polícia pode indiciar participantes da ocorrência. Na sequência, a investigação é entregue à Justiça onde os indiciados podem ser enquadrados em crimes de injúria, difamação ou calúnia.

D'Alessandro não atua pelo Internacional desde 6 de maio, quando o time gaúcho perdeu para o Flamengo por 2 a 0 no Rio de Janeiro. De lá para cá, o meia sentiu desconforto muscular e depois acabou suspenso pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por ato desleal contra Lucas Paquetá e Luan, diante de Flamengo e Grêmio. Liberado do gancho, ele continuou fora por entorse no tornozelo esquerdo.

Veja Mais