Peruano ofende Cueva em voo por causa de pênalti perdido na Copa do Mundo

Torcedor começou a gravar e falou que era para seu irmão. No meio da gravação, xingou o atleta

17/07/2018 - 17:20 - Atualizado em 17/07/2018 - 18:11

Cueva estava indo para seu clube, o Krasnodar (Foto: Getty Images/TASS/ Sergei Savostyanov)

O meia Christian Cueva foi xingado por um torcedor durante seu voo para a Rússia. O peruano, que está do seu lado no avião, grava um pequeno vídeo com o jogador dizendo que é para seu irmão e o ofende por conta do pênalti perdido na Copa do Mundo.

A cobrança que rendeu o xingamento para Cueva foi na partida entre Peru e Dinamarca ,que os peruanos perderam por 1 a 0 e acabaram sendo eliminados do Mundial.

Depois do ocorrido, o atleta se manifestou em seu Instagram pedindo para todos os peruanos não perderem o sentimento que tiveram durante o Copa. O jogador ainda colocou que sentiu a dignidade de sua família ofendida e da equipe peruana também.

O ex-camisa 10 do São Paulo estava viajando para Rússia novamente, pois acertou sua transferência para o Krasnodar por 36 milhões de reais.

Confira na íntegra, o comunicado oficial de Cueva:

O futebol é uma das manifestações esportivos que mais uniu o povo peruano, e o sentimento de amor pela camisa vermelha e branca que nos acompanhou ao longo das Eliminatórias e da Copa do Mundo não pode ser manchado por manifestações de ódio e ressentimento. 

Cada um dos convocados deu tudo de si, a alma e a vida em campo, para alcançar a tão sonhada classificação depois de 36 longos anos e poder representar com entregar e paixão todos os peruanos.

Por isso, lamento profundamente a agressão verbal que sofri por uma pessoa que, aproveitando-se da minha boa fé e disposição para com todos os torcedores, proferiu palavras impronunciáveis em uma gravação de um vídeo. Este fato não só feriu a dignidade da minha família, mas também da equipe e de todos nós peruanos que temos sido “um só neste Mundial”. Agradeço as manifestações de solidariedade a mim e a minha família. Peço que não se deixem envenenar por essas expressões isoladas de rancor que fazem mal ao país. Devemos ser superiores a essas manifestações deploráveis de agressão verbal e dizermos juntos: “não à violência, em todas as suas formas”. Sigamos preservando esse sentimento de unidade nacional que nos acompanhou durante o Mundial.

Veja Mais