Acusado de racismo contra familiares de Vinícius Júnior recebe liberdade provisória

Torcedor do Botafogo foi julgado e condenado apenas a cumprir medidas cautelares

17/08/2017 - 15:17 - Atualizado em 17/08/2017 - 16:24

O torcedor do Botafogo André Luis Moreira dos Santos, acusado de crime de injúria racial contra familiares do atacante Vinícius Júnior, do Flamengo, recebeu liberdade provisória do juiz Luiz Alfredo Carvalho Júnior. O homem, preso em flagrante, foi julgado já na madrugada desta quinta-feira (17), após o empate entre as equipes no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil.

Pela sentença, foi decretado o cumprimento de medidas cautelares ao acusado, que não poderá se ausentar do estado durante a tramitação do processo, que ocorrerá em segredo de justiça. Ele também deverá se apresentar a uma delegacia de polícia nos dias de jogos do Botafogo.

"Decidi pelo segredo de Justiça devido à comoção social gerada pela situação. O Juizado recebeu o apoio da diretoria do clube, que repudiou o comportamento deste rapaz. O Botafogo, assim como a administração dos clubes no Rio, tem demonstrado o seu apoio às ações do Juizado nos estádios durante a realização de eventos", disse o juiz ao site do Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJ-RJ).

Veja Mais