Renault e Sauber apresentam carros da temporada 2018 da Fórmula 1

Segunda escuderia citada traz nova parceria com a Alfa Romeo

20/02/2018 - 16:33 - Atualizado em 20/02/2018 - 16:49

Mais duas equipes apresentaram, nesta terça-feira (20), seus carros para a temporada 2018 da Fórmula 1. A Renault mostrou um modelo com poucas mudanças visuais em relação ao veículo do ano passado. O R.S. 18 manteve as cores amarela e preta e será conduzido pelo alemão Nico Hulkenberg e o espanhol Carlos Sainz no próximo campeonato da categoria. Já a Sauber traz o C37 com combinação de cores bem diferente da exibida em seu monoposto do ano passado, agora com predominância do branco e do vermelho, como fruto da parceria técnica e comercial firmada com a Alfa Romeo.

Mais sobre o carro da Renault




Como em 2017, o amarelo predomina na parte central do monoposto da equipe francesa, com detalhes em preto nas laterais. Houve algumas mudanças na parte dianteira, além da implementação obrigatória do halo, um dispositivo de proteção aos pilotos sobre o cockpit.

Mas a ordem para este ano é mesmo manter a evolução que a Renault vem conseguindo desde que reestreou como a equipe na Fórmula 1. Se em 2017, terminou na sexta colocação no Mundial de Construtores, o objetivo agora é ficar entre os cinco primeiros.

"O objetivo do time Renault de Fórmula 1 é, claramente, sustentar o resultado incrível do passado, e a temporada de 2017 confirmou que estamos no rumo certo. Somos uma equipe em ascensão, temos dois pilotos que estão famintos por resultados", declarou o presidente de esportes a motor da Renault, Jérôme Stoll.

Esta será a terceira temporada da equipe neste retorno à Fórmula 1, e a ideia é manter a ascensão. Antes de ser a sexta colocada em 2017, a Renault havia ficado em nono no ano anterior. Neste período, no entanto, não obteve vitórias e poles, nem sequer pódios.

"Temos tudo para sermos positivos neste ano. Nós temos dois pilotos muito talentosos e ambiciosos. No ano passado, Nico nos deu o que precisávamos com sua experiência, conhecimento e habilidade para liderar. Carlos chegou no fim da temporada e nos deu algo novo", considerou o diretor geral da Renault, Cyril Abiteboul.

Sauber C37


O carro de 2017 da equipe suíça baseada em Hinwill era marcado por um azul dominante, agora visto apenas de maneira discreta em filetes que atravessam o modelo, que traz como principal novidade em relação ao seu antecessor realmente a sua combinação de cores.

O C37 será guiado por uma dupla de pilotos titulares formada pelo veterano sueco Marcus Ericsson e pelo novato monegasco Charles Leclerc, de apenas 20 anos, que foi campeão da Fórmula 2 e integrou a academia de formação de pilotos da Ferrari a partir de 2016. O time suíço, por sinal, voltará a contar com motores fornecidos pela montadora italiana nesta temporada.

Leclerc substituirá o alemão Pascal Wehrlein, demitido no ano passado, e tentará ajudar a Sauber a se redimir de uma temporada muito decepcionante amargada em 2017. A equipe somou apenas cinco pontos e terminou o Mundial de Construtores na décima e última posição.

Nesta terça-feira, porém, o diretor-técnico do time suíço, Jörg Zander, exibiu esperança por um desempenho bem melhor com um revisado motor preparado para esta temporada. "É ótimo finalmente revelar o C37 hoje. O modelo de 2018 é resultado de um trabalho duro que todos na fábrica colocaram em prática nos últimos meses", ressaltou. 

Em seguida, Zander ressaltou que "o C37 tem uma filosofia muito diferente do C36 (carro da equipe em 2017)". "O conceito aerodinâmico mudou consideravelmente e o C37 traz algumas novidades na comparação com seu antecessor. Estamos confiantes de que o novo conceito nos traz mais oportunidades e nos ajuda a evoluir ao longo da temporada. O motor 2018 da Ferrari também nos ajuda em termos de performance. Espero progredir com o C37 e ter um ano mais competitivo do que 2017”, projetou.

O campeonato deste ano da Fórmula 1 começará no dia 25 de março, quando será realizado o GP da Austrália, em Melbourne. O testes coletivos da pré-temporada serão iniciados na próxima segunda-feira, no circuito de Barcelona, na Espanha. Antes da Sauber, a Haas, a Williams e a Red Bull apresentaram, nesta ordem, os seus novos carros para a F-1 de 2018.

Veja Mais