Sem Durant, Warriors bate o Timberwolves em casa e lidera o Oeste

Esta foi a quinta vitória consecutiva da equipe, que chegou a nove em 12 partidas da temporada

09/11/2017 - 10:33 - Atualizado em 09/11/2017 - 10:36

O Golden State Warriors venceu mais uma na temporada (Foto: Reprodução/Twitter)

Durou pouco a má fase do Golden State Warriors no início desta temporada da NBA. Depois de uma largada oscilante, o atual campeão da liga se restabeleceu, cresceu e chegou à liderança da Conferência Oeste na rodada de quarta-feira, graças à vitória por 125 a 101 sobre o Minnesota Timberwolves, em casa.

Esta foi a quinta vitória consecutiva do Warriors, que chegou a nove em 12 partidas da temporada, ultrapassando o Houston Rockets, que tem as mesmas três derrotas, mas com um jogo a menos. O Timberwolves, em compensação, viu acabar sua sequência de cinco triunfos e perdeu a chance de colar nos líderes, parando em sete vitórias em 11 partidas, em terceiro no Oeste.

O Warriors entrou em quadra sem Kevin Durant, desfalque por causa de uma lesão muscular na coxa esquerda, e teve bastante trabalho diante do Timberwolves. No intervalo, a vantagem dos donos da casa era de apenas um ponto: 51 a 50. Mas no terceiro período, os donos da casa fizeram valer seu ataque infernal, anotaram 44 pontos e abriram 19 de vantagem para garantir a vitória.

Sem Durant, os "Splash Brothers" apareceram para assegurar o resultado. Klay Thompson foi o cestinha, com 28 pontos, enquanto Stephen Curry anotou 22, além de oito rebotes e oito assistências. Omri Casspi ainda contribuiu com 13 pontos, vindo do banco. Pelo Timberwolves, os cinco titulares tiveram dígitos duplos na pontuação, mas não foi o suficiente. Destaque para Andrew Wiggins, com 17 pontos, e Karl-Anthony Towns, com 16, além de 12 rebotes.

Se o Warriors assumiu a ponta do Oeste, o Boston Celtics disparou na liderança do Leste com mais uma vitória na quarta-feira. Depois de perder as duas primeiras partidas da temporada e sofrer o baque com a grave lesão de Gordon Hayward, a equipe embalou e somou o décimo triunfo consecutivo ao levar a melhor no tradicional clássico da NBA diante do Los Angeles Lakers, por 107 a 96, em casa.

Trata-se do confronto entre os dois maiores vencedores da liga, mas nesta temporada, Celtics - dono de 17 títulos - e Lakers - que tem 16 - vivem momentos bem diferentes. E o favorito a brigar com o Cleveland Cavaliers pelo título da Conferência Leste disparou logo no primeiro quarto para abrir 17 pontos de vantagem e assegurar uma vitória tranquila.

O pivô Aron Baynes surpreendeu e igualou a maior pontuação de sua carreira para ser o cestinha, com 21 pontos. Kyrie Irving anotou 19 e Marcus Morris, 18. Al Horford foi desfalque graças a uma concussão. Pelo Lakers, destaque para os 18 pontos de Brandon Ingram e Jordan Clarkson. O calouro Lonzo Ball sofreu com os arremessos mais uma vez, acertou quatro de 15 tentados e terminou com nove pontos.

Logo atrás do Celtics no Leste, o segundo colocado Detroit Pistons segue surpreendendo e venceu pela terceira vez seguida ao fazer 114 a 97 no Indiana Pacers, em casa. Em grande fase, Tobias Harris foi o cestinha da partida com 23 pontos, enquanto Andre Drummond contribuiu com 14, além de 21 rebotes.

A terceira colocação da conferência é de outra surpresa, o Orlando Magic, que encerrou a sequência de duas derrotas e venceu o New York Knicks na quarta, em casa, por 112 a 99, graças aos 24 pontos de Nikola Vucevic, os 23 de Evan Fournier e os 21 de Aaron Gordon. Lesionado, Kristaps Porzingis desfalcou o Knicks.

Na última partida da rodada, o Miami Heat derrotou o Phoenix Suns por 126 a 115, fora de casa, e entrou na zona de classificação para os playoffs do Leste, tirando momentaneamente o Cavaliers. Goran Dragic foi o destaque do Heat com 29 pontos e nove rebotes, mas o cestinha foi Devin Booker, do Suns, com 30 pontos.

Veja Mais