São Paulo enfrenta a Chapecoense para colar no G-7

Tricolor pode passar a sonhar de forma concreta com uma vaga na Copa Libertadores

09/11/2017 - 08:27 - Atualizado em 09/11/2017 - 08:31

Dorival comandou último treino antes do duelo contra a Chape (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O São Paulo volta a jogar nesta quinta-feira no estádio do Pacaembu, na capital paulista, e, depois de três vitórias seguidas, o duelo contra a Chapecoense, às 20 horas, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro, pode marcar uma nova fase para o time tricolor na temporada. Se vencer, chegará a 46 pontos e ficará a um empate da meta estipulada nos vestiários para deixar para trás o risco de rebaixamento.

Além disso, pode se aproximar do atual G-7 e passar a sonhar de forma concreta com uma vaga na Copa Libertadores. O retrospecto no estádio municipal vem sendo positivo para o clube tricolor. Nos três jogos em que teve o mando de campo lá neste ano, obteve três vitórias (sobre Atlético Paranaense, Flamengo e Santos).

"Temos de estar muito atentos para enfrentar a Chapecoense", pediu o meia e capitão Hernanes. "Eles fizeram jogos que ninguém esperava que fariam e conquistaram bons resultados. É um adversário perigoso. Vão jogar com tranquilidade, porque não estão tão pressionados. Estão brigando, mas devem jogar mais descontraídos. Precisa ter cuidado, porque podem causar danos".

O jogo desta quinta-feira contra os catarinenses será o primeiro teste do time sem o meia peruano Cueva na sequência de três jogos em que o atleta estará afastado do time para disputar a repescagem das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Além dele o lateral-direito Militão, lesionado, também está fora.

No meio de campo, a tendência é que o técnico Dorival Junior dê chance ao jovem Shaylon, que vem ganhando espaço e confiança no time. Outras opções são Lucas Fernandes, Jonatan Gomez e Maicosuel. Na lateral direita, o treinador deve manter Araruna, que já substituiu Militão na vitória sobre o Atlético Goianiense.

Veja Mais