Nem retorno de Gabigol à Vila aumenta procura por ingressos

Até o fim da tarde desta terça (13), entretanto, apenas 2.286 entradas tinham sido vendida

13/02/2018 - 21:59 - Atualizado em 13/02/2018 - 22:19

Gabriel espera por um bom público nesta quarta
(Foto: Fernanda Luz/A Tribuna)

A torcida do Santos parece não ter levado em consideração o pedido de Gabigol. Em sua reestreia na Vila Belmiro, nesta quarta-feira (14), às 19h30, contra o São Caetano, ele espera ver o estádio lotado. Mas a procura anda baixa. 

“É um estádio especial para mim. Espero que a Vila esteja lotada e que a torcida possa incentivar a gente. Esperamos fazer uma grande partida e retribuir o carinho com a vitória”, disse o menino da Vila.

Até o fim da tarde desta terça (13), entretanto, apenas 2.286 entradas tinham sido vendidas. O ingresso mais cara custa R$ 80 e o mais barato R$ 20.

O trunfo do técnico Jair Ventura para bater o São Caetano é a versatilidade do ataque, que funcionou bem diante da Ferroviária, em Araraquara (SP). Eduardo Sasha, Arthur Gomes e o próprio Gabriel não tinham posição fixa.

Azulão

O técnico Pintado encerrou nesta terça-feira a preparação para a partida contra o Santos. A principal novidade fica pelo retorno de Esley, que cumpriu suspensão no empate com o Red Bull Brasil por 1 a 1. A tendência é que entre na vaga de Ferreira.

Recém-contratado após a saída de Luis Carlos Martins, Pintado ainda vem fazendo testes para definir a equipe ideal. A tendência é que mantenha a base da última rodada, porém mais novidades podem surgir na escalação inicial, que será divulgada apenas minutos antes do jogo.

Veja Mais