Márquez vence, mantém hegemonia na Alemanha e dispara na ponta da MotoGP

Dominante no circuito de Sachsenring, espanhol aumentou vantagem na liderança do Mundial

15/07/2018 - 11:31 - Atualizado em 15/07/2018 - 11:32

Espanhol Marc Márquez comemora mais uma vitória na Alemanha (Foto: Robert Michael/AFP)

Ano após ano, quando a MotoGP chega à Alemanha, o resultado é certo: vitória de Marc Márquez. Desde que o espanhol entrou na categoria, tem sido assim, e neste domingo (15) não foi diferente. O tetracampeão mundial estendeu sua hegemonia no circuito de Sachsenring e venceu a etapa alemã, a nona da temporada, disparando na liderança do Mundial.

Esta foi simplesmente a oitava vitória seguida de Márquez em Sachsenring, considerando todas as categorias. A hegemonia começou ainda em 2010, pela categoria 125cc, seguiu em 2011 e 2012, pela Moto2, e o acompanhou na MotoGP, pela qual ele venceu todas as seis corridas que disputou na Alemanha.

Campeão em 2013, 2014, 2016 e 2017, Márquez está cada vez mais perto de seu quinto título da MotoGP, em seis temporadas disputadas. O espanhol vai tranquilo para uma pequena paralisação de três semanas no calendário, com 46 pontos de frente para o segundo colocado Valentino Rossi.

Neste domingo, ele foi seguido justamente pelo multicampeão Rossi, que chegou na segunda colocação. O terceiro lugar foi de Maverick Viñales, enquanto Danilo Petrucci terminou em quarto e Álvaro Bautista ficou com a quinta posição, com Jorge Lorenzo em sexto.

Márquez já havia cravado a pole no sábado, mas não largou bem neste domingo e acabou ultrapassado pelo compatriota Lorenzo e por Petrucci. Não demorou, no entanto, para que ele ultrapassasse o italiano e ficasse com a segunda posição. Rossi, que vinha em quarto, fez o mesmo e entrou na zona de pódio.

A partir daí, Márquez tratou de atacar Lorenzo. A insistência do tetracampeão finalmente teve resultado a 13 voltas para o fim, quando ele deixou o compatriota para trás e assumiu a ponta. Sem dificuldades, foi abrindo vantagem a cada volta e garantiu o triunfo tranquilo.

Pouco atrás, Rossi seguiu seu exemplo e deixou Lorenzo para trás feito também repetido por Maverick Viñales, que fez uma prova de recuperação e garantiu o pódio a apenas duas voltas para o fim. Lorenzo, mais uma vez, sofreu com o rendimento de sua moto e terminou apenas em sexto, ultrapassado também por Álvaro Bautista. Andrea Dovizioso, Dani Pedrosa, Johann Zarco e Bradley Smith, respectivamente, completaram os 10 primeiros.

Agora, a MotoGP para por três semanas até a próxima etapa, que acontecerá em Brno, na República Checa, dia 5 de agosto. Será a décima corrida das 19 previstas para esta temporada. Márquez tem 165 pontos na tabela, contra 119 de Rossi, 109 de Viñales e 88 de Dovizioso e de Zarco.

Veja Mais