Hamilton pede desculpas por dizer em vídeo que 'meninos não usam vestidos'

Piloto foi alvo de intensas críticas na internet após criticar seu sobrinho por usar um vestido de princesa

27/12/2017 - 10:20 - Atualizado em 27/12/2017 - 10:33

Hamilton foi duramente criticado na internet
(Foto: Getty Images)

Atual campeão mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton se pronunciou e realizou um pedido de desculpas público após ser alvo de intensas críticas pela divulgação na internet de um vídeo em que se escutava o piloto britânico criticando e ironizando um sobrinho por usar um vestido de princesa. 

Hamilton apagou o vídeo das suas redes sociais e escreveu, em uma sequência de publicações no seu perfil no Twitter, um pedido de desculpas após enfrentar uma série de críticas por questionar a expressão de gênero da criança. 

"Eu estava brincando com meu sobrinho e percebi que minhas palavras foram inadequadas, então eu removi a publicação. Eu não quis dizer atacar e nem ofender ninguém", escreveu o tetracampeão mundial de Fórmula 1. "Eu amo que meu sobrinho se sinta livre para se expressar, e todos devemos fazer o mesmo", acrescentou, em seu pedido de desculpas, Hamilton. 

"Peço as mais profundas desculpas pelo meu comportamento, já que percebo que realmente não é aceitável para ninguém, não importa de onde você é, marginalizar ou estereotipar qualquer pessoa. Eu sempre apoiei o fato de qualquer um viver sua vida como desejar, e espero que vocês possam me perdoar por este erro de julgamento", concluiu o astro da Fórmula 1.

No vídeo, Hamilton é ouvido questionando o seu sobrinho pela criança estar utilizando um vestido rosa. A criança também estava com uma "varinha mágica" nas suas mãos. "Os meninos não usam vestidos de princesa", afirmou Hamilton

Antes, o britânico havia declarado estar "muito triste" por ter visto a criança com a roupa. "Estou muito triste agora. Olhem meu sobrinho. Por que você está usando um vestido de princesa? Foi o que você ganhou de Natal? Por que você pediu um vestido de princesa no Natal?", questionara o piloto da Mercedes, que agora se declara arrependido pelos comentários.

Veja Mais