Florida Cup atrapalhou preparação física do Corinthians, diz Cássio

"É um campeonato legal, mas esse ano, seria melhor ter ficado aqui", disse o goleiro

18/01/2018 - 17:22 - Atualizado em 18/01/2018 - 17:54

Goleiro preferia ficar no Brasil treinando
(Foto:Mauro Horita/Agif/Folhapress)

Os jogadores do Corinthians e o técnico Fábio Carille bateram bastante na tecla da dificuldade física que o time teve diante da Ponte Preta, na noite desta quarta-feira, pelo fato de terem feito uma pré-temporada mais curta que o habitual, já que o calendário deste ano ficou mais apertado em razão da Copa do Mundo. Para o goleiro Cássio, a disputa da Florida Cup também é algo que atrapalhou bastante a equipe.

"A situação é difícil. Talvez tenha a questão de força de contrato. É um campeonato legal, não tenho o que falar, mas esse ano, seria melhor ter ficado aqui. Teríamos mais tempo para trabalhar. A gente foi lá, trabalhou, mas é pouco tempo. A gente preferia ter mais tempo para treinar. Às vezes, a gente quer fazer uma coisa e o corpo não obedece, mas é assim para todo mundo. Vamos trabalhar para tentar nos recuperar no domingo", comentou o goleiro. 

Carille também destacou a dificuldade financeira da equipe no início de temporada. "A gente sabia das dificuldades. No início, vai ser assim mesmo. Ficamos com um jogador a mais, e a Ponte fez duas linhas de quatro. É mais fácil se defender do que propor o jogo neste início de temporada. Mas a gente vai tentar melhorar no próximo jogo. O negativo é a parte física. Melhorando, a parte técnica melhora junto", analisou o comandante corintiano.

Em relação a Florida Cup, existe a possibilidade do Corinthians não disputar o torneio no ano que vem. O clube entende a valorização da marca, mas tecnicamente não vê muita vantagem, tampouco financeiramente. Entretanto, o clube não poderia abrir mão de disputar a competição, pois assinou contrato com a organização do torneio e obrigatoriamente teria que participar da edição desta temporada.

Veja Mais