Dovizioso vence e faz a festa em San Marino; Márquez é o 2º e dispara na ponta

Piloto da Ducati comemorou com a torcida local a sua terceira vitória na temporada

09/09/2018 - 12:06 - Atualizado em 09/09/2018 - 12:11

Dovizioso conquistou a vitória em San Marino
(Foto: Tiziana Fabi/AFP)

Em uma corrida marcada pela intensa disputa pela segunda colocação entre os espanhóis Marc Márquez e Jorge Lorenzo, o italiano Andrea Dovizioso teve uma boa largada, assumiu a liderança nas primeiras voltas e ganhou com tranquilidade a etapa de San Marino da MotoGP, no circuito Marco Simoncelli, na cidade italiana de Misano. O piloto da Ducati fez a festa da torcida local com a sua terceira vitória na temporada de 2018 e, de quebra, assumiu a segunda colocação na tabela de classificação.

Agora com 154 pontos, Dovizioso só está atrás de Marc Márquez, o atual campeão, que está cada vez mais perto de outro titulo na categoria. Com o segundo lugar em San Marino, conquistado depois de uma dura batalha contra Jorge Lorenzo - que caiu a duas voltas para o final -, disparou na liderança com 221 pontos. O italiano Valentino Rossi caiu para a terceira posição, com 151, ao fazer uma prova ruim e terminar apenas no sétimo lugar.

Dominante nos treinos livres de sexta-feira, Dovizioso tinha deixado a desejar no treino oficial de classificação no sábado e não se deixou abater pelo quarto posto no grid de largada. Agressivo desde o início, tomou a ponta de Lorenzo na sexta volta e passou a administrá-la para receber a bandeirada com 2s822 de vantagem para Márquez.

A briga pelo segundo lugar, por outro lado, foi mais animada. Depois de ser deixado para trás por Dovizioso, Lorenzo viu Márquez chegar e se empenhou em defender a posição. Depois de algumas trocas de posição, se manteve em segundo e, já nas voltas finais, apertou para tentar buscar o italiano. Com dois giros para o fim, porém, caiu na curva. Márquez herdou o segundo lugar e Lorenzo teve que se contentar com a 17.ª posição.

Também com uma boa performance ao longo do final de semana, o australiano Cal Crutchlow não foi páreo para os três ponteiros e acabou isolado, mas foi promovido ao pódio com o tombo de Lorenzo. Álex Rins ficou em quarto.

A próxima corrida da MotoGP será daqui duas semanas, no dia 23, no circuito de Aragão, na Espanha. Esta será a 14.ª das 19 etapas previstas na temporada de 2018.

Veja Mais