Com virada relâmpago, Palmeiras vence o Santos na Vila Belmiro

Peixe abriu o placar com Ricardo Oliveira, mas Verdão pressionou e virou a partida

19/03/2017 - 20:49 - Atualizado em 20/03/2017 - 15:20

Willian fez o gol após boa jogada de Rogér Guedes e virou a partida (Foto: Ricardo Nogueira/Folhapress)

Em mais um capítulo do duelo cuja a rivalidade vem se acirrando nos últimos anos, quem levou a melhor foi o Palmeiras.  Na partida válida pela nona rodada do Paulistão, o clube alviverde, jogando na Vila Belmiro, venceu o Santos de virada por 2 a 1. 

Com a vitória, o Palmeiras, que é líder isolado do seu grupo, chegou a 18 pontos e agora tem a segunda melhor campanha. Já o Santos tem 13 pontos e perdeu a chance de entrar na zona de classificação de seu grupo. O alvinegro da Vila Belmiro está em terceiro com 13 pontos, atrás de Mirassol, com 14, e a Ponte Preta, que lidera o grupo, com 15 pontos.

O Jogo

Na Vila Belmiro, o gramado, motivo de preocupação durante a manhã por conta das chuvas dos últimos dias, não atrapalhou as duas equipes. No primeiro tempo os times jogaram de maneira aguerrida, fizeram muitas faltas, mas por outro lado, criaram diversas oportunidades de gol. 

Na primeira metade do primeiro tempo, o Santos teve mais volume de jogo e, por diversas vezes, levou perigo ao gol defendido por Fernando Prass. Bruno Henrique e Vitor Bueno foram os que mais criaram chances para o Alvinegro da Vila Belmiro, aproveitando as falhas de marcação do Palmeiras pelas laterais.

Aos 17 minutos Felipe Melo deu um carrinho forte em Lucas Lima. O Árbitro Flávio Rodrigues de Souza advertiu o volante palmeirense com cartão amarelo.

Em uma das melhores chances do primeiro tempo, Bruno Henrique tentou um cruzamento rasteiro para Vitor Bueno. A bola passou pelo zagueiro do Palmeiras, porém, Vitor Bueno errou o tempo de bola e acabou furando na hora de chutar. Pouco tempo depois Vitor Bueno fez boa jogada e cruzou rasteiro para Ricardo Oliveira, que quase marcou um golaço de letra, mas a bola bateu no travessão do gol defendido por Fernando Prass.

Na segunda metade do primeiro tempo, o Palmeiras cresceu. Aos 33 minutos Keno foi até o fundo e tocou para Borja. O colombiano chutou no canto e obrigou Wladimir a fazer uma bela defesa.  Em outra boa chance criada.

Ainda no primeiro tempo, Bruno Henrique criou mais duas boas chances para o Santos. Aos 36 minutos, ele recebeu belo passe de Lucas Lima, cortou e bateu no canto, obrigando Fernando Prass a fazer uma bela defesa. O goleiro ficou caído e chegou a receber atendimento mas voltou para o jogo sem problemas. Aos 37, ele subiu  mais alto que a zaga alviverde em escanteio e acertou a bola no travessão.

O time do Palmeiras ainda obrigou o goleiro Wladimir a fazer três boas defesas nos primeiros 45 minutos de jogo. A primeira em uma falta rasteira de Guerra, a segunda em uma cabeçada de Mina e a terceira em uma bela finalização de Guerra.

No segundo tempo, a chuva ficou mais forte, algumas poças de água chegaram a se formar no gramado da Vila Belmiro, mas isso não prejudicou em nada o andamento da partida. As duas equipes voltaram jogando ofensivamente, porém, não criaram chances com tanta frequência como vinham criando.

Aos 30 minutos do segundo tempo, o Santos fez o que não conseguiu no início da partida, o gol. Victor Ferraz recebeu de Lucas Lima e cruzou na medida para Bruno Henrique, que cabeceou em cima de Jean Motta, mas a bola voltou na cabeça de Ricardo Oliveira, que não perdoou e abriu o placar para  o Santos.

Após o gol, a defesa do Santos, que vinha segurando bem acabou, por duas vezes, cedendo e o time tomou dois gols em pouco mais de dois minutos. Aos 40 minutos, Roger Guedes cruzou para Jean, o volante chutou cruzado, Wladimir ainda tentou espalmar, mas a bola foi para o fundo das redes. 

Aos 42 minutos do segundo tempo, Roger Guedes fez bela jogada e cruzou para Willian, que fez o gol e decretou a vitória Palmeirense. 

A próxima partida do Santos é fora de casa, contra o São Bento, na quarta-feira (22) às 19:30. O Palmeiras jogará no mesmo dia, porém às 20:30 contra o Mirassol, no Alianz Parque.

Confusão

No final da partida, houve tumulto entre os torcedores do Santos e a Polícia Militar (PM), nas proximidades da Vila Belmiro. A confusão começou quando os policiais fizeram um cordão para que os santistas deixassem o estádio.

Já na Rua Delfino Stockler de Lima, onde estavam estacionados os ônibus de torcidas organizadas, um grupo de santistas iniciou um protesto contra a ação policial.

Mesmo com a presença de crianças e outros torcedores, foram disparados tiros de borracha pela PM enquanto os santistas atiravam pedras nos vidros dos carros.

*Imagens: Vanessa Rodrigues


Ficha Técnica 

SANTOS  X PALMEIRAS

SANTOS - Vladimir; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Zeca; Renato, Thiago Maia, Lucas Lima e Vitor Bueno; Bruno Henrique, Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

PALMEIRAS – Fernando Prass. Jean, Mina, Edu Dracena, Zé Roberto; Felipe Melo, Tchê Tchê, A.Guerra; Keno, Dudu, Borja. Técnico: Eduardo Baptista

GOLS -  Ricardo Oliveira (29) , Jean (40) e Willian (42)ÁRBITRO – Flávio Rodrigues de Souza

CARTÕES AMARELOS – Jean e Felipe Melo

PÚBLICO – 8.742

RENDA – R$ 355.840,00

LOCAL – Vila Belmiro, em Santos (SP).

Veja Mais