Com Romero titular, Corinthians recebe o Novorizontino

Paraguaio terá oportunidade de demonstrar que merece mais confiança da torcida e comissão técnica

15/02/2017 - 08:42 - Atualizado em 15/02/2017 - 08:53

Romero é o maior artilheiro da Arena Corinthians
(Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Artilheiro do Corinthians no ano passado e maior goleador da história da Arena do Timão seriam motivos suficientes para Romero ser titular, mas não é o que acontece. Nesta quarta-feira (15) o paraguaio terá a primeira oportunidade na temporada de demonstrar que merece ter mais a confiança dos torcedores e comissão técnica. O atacante será a novidade para encarar o Novorizontino, às 19h30, em casa, pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

Romero marcou 15 gols pelo Corinthians em 2016 e fez 16 no estádio corintiano. Mesmo assim, em todas as projeções de escalação pouca gente coloca o paraguaio, inclusive o técnico Fábio Carille. O treinador só o escalou como titular contra o Vasco, pela Florida Cup, nos Estados Unidos. As outras quatro participações foram no decorrer dos jogos.

A desconfiança explica-se. Do mesmo jeito que consegue marcar gols, Romero perde chances incríveis e, muitas vezes, se atrapalha com a bola. Por outro lado, compensa com muita vontade e dedicação. O paraguaio, porém, não gosta de ouvir que deixa a desejar sob o ponto de vista técnico.

Nesta terça-feira (14), durante entrevista coletiva, se irritou com o assunto. “Sempre trato de melhorar a cada dia e agora chegou novamente a oportunidade. Não sei quem fala que sou o atacante mais fraco que tem no Corinthians. Isso é falta de respeito, porque todo mundo é igual aqui e ninguém é mais do que ninguém. Todo mundo que está aqui, está por algum motivo. Fui artilheiro no ano passado e isso significa muito para mim”, defendeu-se.

Romero jogará no lugar de Marquinhos Gabriel, que sofreu um estiramento na coxa direita e deverá ficar fora das próximas partidas. Giovanni Augusto também está no departamento médico e não tem previsão para retornar ao campo.

A expectativa fica para a recepção dos torcedores ao time. No último sábado (11), os jogadores foram vaiados por parte dos corintianos presentes na Arena após a derrota por 2 a 0 para o Santo André.

Novorizontino

Depois do Santo André, agora é a vez do Novorizontino sonhar em tirar pontos do Corinthians no Paulistão. Vice-líder do Grupo C com três pontos - à frente do Palmeiras pelos gols pró -, o time de Novo Horizonte (SP) viaja para São Paulo para surpreender.

O técnico Júnior Rocha terá todos os jogadores à sua disposição, mas isso não quer dizer que está tudo a mil maravilhosas no clube. Pelo contrário. Na derrota por 2 a 1 para o Botafogo fora de casa, o time sofreu com os erros no sistema defensivo e precisou se reorganizar antes de viajar. Sem muito tempo para trabalhar, a maioria das instruções vieram por longas conversas e exemplos de posicionamento. Na verdade, houve apenas um rápido treino tático.

No primeiro gol em Ribeirão Preto, o zagueiro Domingues saiu para cobrir a subida do lateral Moacir pela direita e deixou um espaço no seu setor. O volante Éder Araújo foi cobrir o companheiro e deixou Rafael Bastos livre na meia-lua para marcar. No segundo, o zagueiro Guilherme Teixeira recuou a bola muito curta para o goleiro Tom, que demorou para sair da grande área e viu o atacante Francis se antecipar para marcar.

"Nós cometemos erros individuais e que nos custaram a derrota. Agora precisamos caprichar mais, mesmo porque a qualidade do adversário é bem superior", alertou o técnico. Para apimentar um pouco mais o jogo, ele não quis confirmar a escalão de forma oficial.

Veja Mais