EUA reforçam sanções financeiras contra a Venezuela após 'farsa' eleitoral

Decreto assinado por Trump visa reduzir a capacidade de Caracas de vender ativos estatais

21/05/2018 - 17:05 - Atualizado em 21/05/2018 - 17:09

Casa Branca considerou eleição "uma farsa,
nem livre nem justa" (Foto: AFP)

 O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta segunda-feira um decreto para isolar um pouco mais economicamente o regime venezuelano após a reeleição do presidente Nicolas Maduro em uma eleição descrita como "farsa" por Washington.

O decreto assinado por Trump visa reduzir a capacidade de Caracas de vender ativos estatais.

Segundo o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, a eleição na Venezuela foi "uma farsa, nem livre nem justa".

Veja Mais