Museu do Futebol lança exposição virtual sobre a seleção de 1958

Com o tema "A Seleção em Poços de Caldas", mostra traz imagens do fotojornalista Antonio Lucio

03/07/2018 - 09:13 - Atualizado em 03/07/2018 - 09:13

Essa é a oitava mostra do Museu do Futebol que será exibida pela plataforma (Foto: Divulgação/Museu do Futebol)

A preparação da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 1958, disputada na Suécia, é o tema de A Seleção em Poços de Caldas, nova exposição virtual do Museu do Futebol, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.

Essa é a oitava mostra do equipamento exibida na plataforma Google Arts & Culture, parte de uma iniciativa para difundir acervos e pesquisas do CRFB (Centro de Referência do Futebol Brasileiro), ampliando acesso e circulação de conteúdos relacionados à memória do esporte. O material conta com imagens captadas pelo fotojornalista Antonio Lucio (1930-2000), ganhador de duas edições do Prêmio Esso.

Lucio trabalhava no jornal O Estado de S.Paulo em 1958, quando foi escalado para acompanhar a preparação do Brasil para a Copa. A primeira etapa de treinos aconteceu em Poços de Caldas (MG), entre os dias 10 e 21 de abril, e contou com 35 atletas – apenas 22 viajaram à Suécia.

O período em Poços de Caldas é especialmente relevante para a história da seleção brasileira. Foi a primeira vez em que o time nacional trabalhou fora do Rio de Janeiro antes de um Mundial, além de ter sido considerada por muitos a concentração mais organizada até então. Na cidade mineira, por exemplo, os jogadores foram submetidos a exames médicos, odontológicos e psicológicos, além de um treinamento intenso, classificado como extremamente rigoroso à época, aplicado pelo preparador físico Paulo Amaral.

O acervo de Lucio foi descoberto em 2013 pela jornalista Silvia Herrera, filha dele – acometido por um câncer, o fotojornalista tinha morrido em 2000. Em 2018, o material foi organizado por ela em um livro intitulado Seleção nunca vista, lançado neste ano no Museu do Futebol.

As fotos de Antonio Lucio em Poços de Caldas também integram a exposição temporária A Primeira Estrela: o Brasil na Copa de 1958, que está em cartaz no Museu do Futebol até 09 de setembro e retrata o caminho da seleção até sua primeira conquista mundial.

A exposição A Primeira Estrela: o Brasil na Copa de 1958 tem patrocínio do Banco Itaú, por meio da Lei Rouanet, e apoio da Epson. O Museu do Futebol é uma iniciativa do Governo e da Prefeitura de São Paulo, com concepção e realização da Fundação Roberto Marinho. Pertence à rede de museus da Secretaria de Estado da Cultura e é gerido pelo IDBrasil Cultura, Educação e Esporte, Organização Social de Cultura. O museu conta com patrocínio máster da Motorola e patrocínio do Grupo Globo, e seu Programa Educativo conta com o patrocínio do Pontofrio/Fundação Via Varejo, todos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Sobre a plataforma Google Arts & Culture

A plataforma Google Arts & Culture abriga exposições de mais de mil parceiros, incluindo instituições culturais do mundo todo. O Museu do Futebol participa do projeto desde 2013 e disponibiliza oito exposições, além de um passeio virtual pelo museu com o Google StreetView. O Google Arts & Culture foi criado pelo Google Cultural Institute e está disponível gratuitamente para todos.

Serviço

Exposição virtual A seleção em Poços de Caldas

Data de lançamento: 03 de julho de 2018 (terça-feira)

 

Exposição Temporária - A Primeira Estrela: o Brasil na Copa de 1958

Visitação: Até 09 de setembro de 2018

Museu do Futebol: Praça Charles Miller, S/N São Paulo, SP

Funcionamento: Terça a domingo, 9h às 18h (bilheteria até as 17h)

Ingressos: R$ 12 | Meia-entrada: R$ 6 | Entrada gratuita às terças-feiras.

* O Museu não abre às segundas-feiras.

LEIA MAIS

<