'Medo Profundo' traz cenas assustadoras com tubarões

Suspense não traz nada de novo, mas as atrizes Claire Holt e Mandy Moore merecem elogios

08/03/2018 - 11:23 - Atualizado em 08/03/2018 - 11:43

Dirigido pelo britânico Johannes Roberts, longa se passa no México (Foto: divulgação)

Ano passado fez inesperado sucesso um filme curioso e bem feito sobre tubarões: "Águas Rasas" ("The Shallows"), que foi bem recebido pela crítica e público, por duas razões: o diretor era competente, o espanhol Jaume Collet Serra; e conseguiu manter um clima de terror e suspense que funcionou muito bem. Além disso, a heroína que aparecia praticamente sozinha, Blake Lively, também dava conta do recado. 

Logicamente alguém viria a fazer uma história semelhante e foi assim que surgiu o suspense "Medo Profundo" ("47 Metres Down"). parecido, mas inferior. A direção é de um certo Johannes Roberts, britânico, do qual passou aqui apenas "O Outro lado da Porta", de 2016, em que a mãe tenta ressuscitar um filho morto com um ritual. Elenco praticamente desconhecido e renda muito baixa. 

Desta vez foi um pouco mais feliz (US$ 44 milhões de bilheteria), também porque tubarão é uma mania norte-americana total desde o famoso filme "Tubarão", de Spielberg, sem dúvida uma obra-prima. 

Aqui eles chamaram ao menos uma simpática cantora e atriz de sucesso, agora também na série de tevê de êxito total, "This is Us". Falo de Mandy Moore, que tem a coragem de se meter debaixo d’água. 

Kate (Claire Holt) e Lisa (Mandy Moore) são duas irmãs que aceitam desafio de descer numa gaiola

São duas irmãs passando férias no México, que ficam presas dentro de uma gaiola de ferro, daquelas usadas por câmeras men que aproveitam para filmar os bichos com menos perigo e aparelhos de respiração. Tem apenas uma hora de oxigênio e os grandes tubarões brancos ficam circulando e atacando os ferros. Precisam então lutar pela sobrevivência.

Fiquem já sabendo que é inferior ao outro e que os especialistas no assunto dizem que está tudo errado porque, na profundidade em que elas estão, no máximo sobreviveriam por 15 minutos. De qualquer forma, temos que louvar a coragem das moças que, mesmo com proteção, passaram momentos assustadores, ao menos eu nunca as imitaria, em hipótese alguma. 

Outra curiosidade: o filme foi feito em 2016 (primavera) e era da produtora de Harvey Weinstein! Mas acabou sendo comprada por outra empresa, a Byron Allen, que mudou o título (se chamava "In the Deep") e resolveram lançá-la no verão do ano passado. 

Um detalhe: o ator de tevê James Van Der Beek ("Dawsons Creek") fazia papel de namorado de Mandy e filmou várias cenas com ela. Não sei por que tudo foi eliminado! Claire Holt, que faz Kate, apareceu em "Pretty Little Liars" (HBO). De qualquer forma, o filme é repetitivo e o final não convence.

"Medo Profundo" ("47 Metres Down"). EUA, 17. 1h29 min. Direção de Johannes Roberts. Com Mandy Moore, Matthew Modine, Claire Holt, Chris Johnson, Santiago Segura, Yani Gellman. Playarte. 

Cine Roxy Gonzaga, Cine Roxy Brisamar, Cinemark Praiamar, Cinespaço PG

Veja Mais