João Nogueira recebe homenagem no Sesc-Santos

Parceiro e sobrinho do músico apresentam ao público os principais sucessos do sambista

11/01/2018 - 11:10 - Atualizado em 11/01/2018 - 11:11

Jorge Sima e Didu Nogueira trazem os principais

sucessos do sambista (foto: Divulgação)

Os 75 anos do sambista João Nogueira (se vivo fosse) e os 50 anos do registro de seu primeiro sucesso musical, a canção Espere, Ó Nega, serão foco do tributo ao músico que acontece neste sábado (13), às 19 horas, no Sesc-Santos. 

Na homenagem estarão o violonista, cantor e compositor Jorge Simas, parceiro e diretor musical de João Nogueira por mais de dez anos, e Didu Nogueira, sobrinho e seguidor do sambista. Simas e Nogueira se uniram, no ano passado, quando o sambista, falecido em 2000, completaria também 40 anos de lançamento do disco Espelho, cuja faixa-título se tornaria um dos seus principais sucessos de carreira.

Pela primeira vez em Santos, a dupla, que está em turnê pelo País, se une à cantora Nadja Soares e a outros músicos da região, como Netinho (bandolim), Paulinho Ribeiro (cavaquinho) e Edirley (percussão).

Nesse show, de pouco mais de uma hora, o público poderá conferir parte do repertório deixado por João Nogueira, com letras politizadas e uma linguagem malandra e bem-humorada. A apresentação acontece na Comedoria do Sesc, com ingressos entre R$ 5 (credencial plena) e R$ 17 (inteira).

O sambista

Numa carreira de 32 anos, João Nogueira, cantor e compositor, tem entre suas canções mais conhecidas Espelho, Nó na Madeira, Mineira, Clube do Samba, Eu, hein Rosa, Um ser de luz e Súplica, Nogueira teve parceiros como Martinho da Vila, Toquinho, Ivor Lancelotti, Luiz Carlos da Vila, Silas de Oliveira, Paulo César Feital, Noel Rosa e Paulo Cesar Pinheiro, este o parceiro mais presente na obra do sambista.Os fãs mais novos podem conferir toda a obra de Nogueira (que é pai do também cantor Diogo Nogueira) pelas plataformas digitais, onde o álbum Espelho, ganhou, em 2017, uma reedição comemorativa.

Veja Mais