'Extraordinário' é uma injeção de esperança

Filme baseado no livro de R. J. Palacio conta história de menino que nasceu com rara condição

07/12/2017 - 10:19 - Atualizado em 07/12/2017 - 10:30

Os atores Owen Wilson, Jacob Trembley e Julia Roberts em cena do filme (Foto: divulgação)

Nesse mundo caótico e trágico em que vivemos, nós e o resto dos outros países, até que é uma boa ideia finalmente fazerem um filme positivo de boas intenções e lições como "Extraordinário", que estreia hoje nos cinemas. Ele foi inspirado no best-seller norte-americano de muito sucesso, que virou um filme de êxito também de bilheteria (atualmente US$ 88 milhões) e Julia Roberts insistiu em estrelar.

É uma coisa muito rara hoje em dia discutir e apresentar situações humanas verdadeiras, procurar soluções para a educação nas escolas, não apenas no hoje indefectível bullying, mas, principalmente, para as crianças que por acaso são frutos de alguma doença que as deixou limitadas e sem possibilidade de serem ditas normais (neste caso porque teve seu rosto deformado). Caso bastante assustador, a ponto da criança usar uma máscara de astronauta.

Auggie (Jacob Trembley) e seus coleguinhas da escola (Foto: divulgação)

É curioso que o diretor deste filme Stephen Chobsky fez sucesso antes como escritor e dirigiu um filme autobiográfico muito talentoso chamado "As Vantagens de ser Invisível" (que revelou o Ezra Miller, atualmente o Flash de Liga da Justiça). Mas Stephen também foi roteirista do musical "Rent", do filme da Disney, "A Bela e a Fera", e do próximo, "Prince Charming!" Entre as grandes sacadas neste filme foi ter escolhida a nossa querida Sonia Braga, para uma pequena cena de poucas palavras, como a avó da irmã do menino. Ela tem crédito nos letreiros e até pôsteres, e se sai muito bem, fazendo com ternura um pequeno momento.

Foi uma das razões por que gostei tanto do filme (que ao contrario de certos brasileiros realizam filmes sobre escolas e crises de educação mostrando tudo de forma grosseira e suicida). Achei interessante também aqui resistirem mostrar a figura do menino protagonista, chamado de Auggie, sem facilitar o rosto que ele tem deformado (quem faz o papel é o menino de bela aparência na vida real, Jacob Tremblay talentoso e que ficou famoso no filme 

O Quarto de Jacob 

Desta vez tem uma aparência estranha que esconde uma inteligência muito grande. Quem procura trazer algum humor é Owen Wilson, no papel do pai, enquanto Julia Roberts procura inclusive envelhecer com maquiagem para não cair em exageros, como a mãe Isabel. 

Há também outra figura interessante, que é a irmã mais velha dele e que, por isso, sofre mais na parte social na escola (não conhecia a encantadora Izabela Vidovic, apesar de já ter carreira longa em séries).

A história basicamente é uma lição de vida de como sobreviver em uma escola (e quem tem uma participação segura é o Mandy Patinkin, de "Yentl"). Mas é positivo, cheio de amor e esperança. Não é possível que não haja pessoas ocupadas demais com as compras de Natal para prestigiá - lo. 

Veja o trailer de "Extraordinário":



"Extraordinário" ("Wonder") - EUA. 2017. 1h53. Paris filmes. Direção de Stephen Chbosky . Baseado em livro da autora R. J. Palacio, com roteiro de Chbosky, Steven Conrad, Jack Thorne. Com Julia Roberts, Owen Wilson, o menino Jacob Tremblay, Sonia Braga, Izabela Vidovic, Mandy Patinkin, o garoto Noah Jurpe (de "Suburbicon"), trilha musical do brasileiro Marcelo Zarvos (paulistano, autor de "Fences, um Limite entre nós", e mais 70 créditos nos EUA entre trilhas de filmes e séries de tevê). 

Cinemark Praiamar/ Cinespaço Santos/ Roxy Gonzaga/ Roxy Pátio Iporanga/ Roxy Brisamar/ Roxy Cubatão e Cinesystem PG

Veja Mais