Berlim aos pés de Vassily Tchuikov

Comandante da famosa batalha lança livro

31/10/2017 - 10:19 - Atualizado em 31/10/2017 - 10:34

Cenário de morte e destruição (Foto: Reprodução)

A Batalha de Berlim foi a última ocorrida no teatro de guerra europeu na II Guerra Mundial, resultado de maciça ofensiva soviética contra os nazistas, visando terminar a guerra antes que os aliados ocidentais entrassem na capital do Reich.

Durou de abril de 1945 até o início de maio. Com os soviéticos às portas do seu bunker, Adolf Hitler cometeu suicídio. Pouco tempo depois, Berlim caiu e a Alemanha se rendeu seis dias depois da batalha.

Em A Conquista de Berlim, livro escrito por Vassily Tchuikov, o comandante em chefe do Exército Soviético, responsável pela conquista da capital alemã, narra como os nazistas foram derrotados. Apesar de haver muitos relatos sobre a II Guerra Mundial, os leitores brasileiros não dispunham de uma obra escrita por quem comandou, de dentro do campo, a vitória.

As páginas revelam, com detalhes, as estratégias do soldado Tchuikov, primeiro comandante Aliado a saber do suicídio de Hitler, e mostram como ele comandou a conquista do território inimigo até chegar às negociações finais de rendição.

Tchuikov era um militar de campo que precisava sentir o ruído da batalha e cujo bem-estar em combate é percebido ao longo da narrativa minuciosa e o amor que dedicava aos companheiros de farda. Escrito nos anos 1960, em plena Guerra Fria, a obra evita falar da hostilidade com que o marechal e suas tropas foram recebidos em vários países, antes de chegar à Alemanha. É importante lembrar que nos 20 anos que separam a guerra da escrita, Ocidente e soviéticos passaram de aliados a inimigos.

Exército soviético tomou posse de Berlim e, horas depois, aconteceu rendição oficial (Foto: Reprodução)

Tchuikov nasceu em 1900. Após a Revolução Russa, entrou no exército e lutou na guerra civil. Na II Guerra Mundial, em 1942 e 1943, atuou na defesa de Stalingrado. Após a retirada dos nazistas, comandou o avanço soviético, da Polônia até Berlim. 

Foi promovido a general em 1955 e a membro do comitê central do PC da União Soviética em 1961. Serviu no Exército Soviético entre 1917 e 1972 e lutou nas principais campanhas militares do período. Faleceu em 1982. Lançamento da Editora Contexto.

Veja Mais