O tipo de derrame que acometeu Arlindo Cruz é o mais perigoso

O sambista sofreu um AVC Hemorrágico e segue internado em estado grave, porém estável

19/03/2017 - 15:53 - Atualizado em 19/03/2017 - 16:06

Cantor foi encontrado em sua casa, na sexta-feira (17), desacordado (Foto: Divulgação)

Arlindo Cruz segue internado em estado grave, porém estável, e em coma induzido na Casa de Saúde de São José. Zona Sul do Rio de Janeiro. Na última sexta-feira (17), ele sofreu um Aneurisma Vascular Cerebral (AVC) Hemorrágico - o mesmo acometido pela ex-primeira dama Marisa Letícia (1950-2017) -, que menos comum e mais perigoso do que o AVC Isquêmico. 

O sambista foi encontrado pela sua mulher, Babi, desacordado em casa. Ela chamou socorro e ele foi resgatado por uma ambulância do Corpo de Bombeiros Na manhã de sábado (18), o artista passou por uma cirurgia para receber um cateter cerebral, para monitorar a pressão intracraniana. A sedação deverá ser gradativamente retirada para reavaliação do quadro neurológico.

O cantor Marcelo D2, amigo e padrinho de casamento de Arlindo, o visitou no sábado (18) e disse, em entrevistas, que conversou com ele e o viu mexendo um pouquinho o pé.

Diferenças

AVC Hemorrágico - o tipo que acometeu Arlindo Cruz é o mais perigoso porque causa o rompimento do vaso sanguíneo. O sangramento pode atingir diferentes partes do cérebro e ter diversas consequências.

AVC Isquêmico - neste tipo mais comum, a artéria entope e o sangue não consegue passar.

Veja Mais