7ª Festa do Livro faz um convite à leitura, na Estação da Cidadania

O poeta Flávio Viegas Amoreira faz a curadoria desta edição, que homenageia Jânio Freitas

15/08/2018 - 11:35 - Atualizado em 15/08/2018 - 11:41

Vista interior da Estação da Cidadania, que fica na Vila Mathias (Foto: Rogério Soares/AT)

Com curadoria do poeta, escritor e crítico santista Flávio Viegas Amoreira, a Festa do Livro volta a ser realizada, sábado (18), das 15 às 19h, na Estação da Cidadania de Santos. Em sua sétima edição, o evento vai além da troca de livros e passa a apostar mais na formação de leitores, algo que, para Amoreira, é vital para a manutenção de qualquer cena literária, local, nacional ou internacional.

“O ponto alto vai ser a oficina literária, às 16 horas, seguida de um sarau, com as escritoras Regina Alonso, Madô Martins e Maria Thereza Teixeira, das 17 às 18 horas, e participação dos alunos dos vários cursos que ministro em Santos e São Paulo”, avisa o poeta.

A edição deste ano também vai homenagear dois escritores santistas, pouco divulgados: Jair Freitas (in memorian) e Benilson Toniolo, poeta que, atualmente, trabalha como secretário de Cultura em Campos do Jordão.

“Jair Freitas é uma pessoa que merece ser resgatada. Um poeta maldito, que morreu precocemente e teve uma produção diferenciada do bom-mocismo e do conformismo”, resume Amoreira. 

A festa do livro foi concebida e inicialmente produzida pela Helle Alves, jornalista com mais de 90 anos que defende a disseminação da leitura entre todos os cidadãos, não importa idade nem origem. 

Amoreira destaca que a inspiração maior para a Festa do Livro é a tradicional Jornada Literária de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. “A nossa maior característica é a doçura e a meiguice no trato com o livro e os leitores”, avisa Amoreira, ao ressaltar que as grandes celebrações literárias começam com a germinação da escrita e da leitura em seu contexto local, antes de abraçarem produções de escritores de outras regiões. 

Com entrada franca, a Festa do Livro contará com intervenções de poetas santistas; o projeto "Reconte um Conto", com a participação de alunos da Escola Cidade de Santos; apresentações do Coral da OAB e do grupo Cavalo de Praia; e tarde de autógrafos com Sérgio Servulo da Cunha, que lança o livro "Abaixo à Censura"; Sandra Pivelli, com "Vem Passarinhar em Verso em Santos"; e Madô Martins (colunista de A Tribuna), com "Som das Conchas". 

A 7ª Festa do Livro tem entrada franca e é uma iniciativa do Fórum da Cidadania, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), e marca, também, os 12 anos de funcionamento da Estação da Cidadania de Santos, que fica na Avenida Ana Costa, 3221-2034.

Semana Literária

Outro encontro dedicado aos escritores, livros e leitores que agita a região é a Semana Literária, que acontece desde 2013, com realização da Academia Itanhaense de Letras (AIL) com apoio da Prefeitura de Itanhaém. 

O evento começou ontem e vai até sábado, com o objetivo de aproximar escritores dos leitores, com bate-papos, trocas, teatro, oficinas de literatura, exposições e saraus. 

Regina Alonso, que lançou o livro de poesia "Azuiz", com a aquarelista Luci Brandmiller, participa, nesta quarta (15), às 18 horas, de bate-papo na Biblioteca Municipal Poeta Paulo Bomfim (R. Cunha Moreira, 71, Centro, tel: 3426-1477). 

Veja Mais