Cubatão manterá radar a 40 Km/h na Av. Nove de Abril

Companhia de Trânsito justifica medida com queda de 280 acidentes para 174 ao ano

17/07/2017 - 09:00 - Atualizado em 17/07/2017 - 11:02
A Nove de Abril tem cinco radares para fiscalização da velocidade (Fotos: Rogério Soares/A Tribuna)

A instalação de um novo radar para limitar a 40 Km/h o tráfego na Avenida Nove de Abril, na esquina da Avenida Martins Fontes (em frente à antiga Estação Ferroviária de Cubatão), fez aumentar o protesto de motoristas que circulam pela principal avenida da Cidade, onde o limite nos últimos 30 anos sempre foi de 50 Km/h. 

Despachantes e prestadores de serviços de trânsito colecionam queixas de motoristas multados nesse e em outros dois trechos da avenida – nas proximidades com a Rua Belarmino do Amaral e na ponte de arcos sobre o Rio Cubatão pelo registro dos radares.

“Da forma como esses radares foram implantados pela Companhia Municipal de Trânsito (CMT), três deles desde a Administração anterior, dá a ideia de que se armou uma arapuca com o propósito de arrecadar recursos com a aplicação de multas”, assinala o advogado e ex-vereador Mychajlo Halajko Júnior. 

Ele propõe a aferição dos radares para o limite de 50 Km/h, uma vez que a avenida é uma via arterial que coleta o trânsito de avenidas laterais de acesso aos bairros, onde a velocidade máxima é de 60 Km/h.

“Tenho solicitado desde janeiro que a CMT, caso mantenha os 40 Km/h, pelo menos pinte faixas de advertência no piso da avenida alguns metros antes do motorista que segue a 50 Km/h chegar ao radar”, assinala.


Menos acidentes

O superintendente da CMT, Jeferson Cansou, diz não haver “nenhum propósito de arrecadar recursos com multas”. Ele defende os radares como instrumento para reduzir acidentes nas proximidades do Pronto Socorro Central e do Hospital Municipal.

“Em 2015 houve 280 acidentes nesses locais. Em 2016, com a redução da velocidade e a implantação dos radares, o número caiu para 174. De janeiro a maio deste ano, foram registrados 56, sendo 14 acidentes na Ponte do Arco Íris sobre o Rio Cubatão”.


Fiscalização

Atualmente, o município conta com cinco radares instalados ao longo da avenida Nove de Abril: três com limite de 40 Km/h (Estação das Artes, proximidades com a Belarmino do Amaral e na Ponte do Arco Íris); e dois com limite de 50 Km/h instalados em frente à Escola Municipal João Ramalho e na esquina da Avenida Nações Unidas.

Cansou prometeu pintar sinalização de solo nos próximos dias. “É uma forma de alertar os motoristas. Temos feito campanhas educativas de trânsito nas escolas.

Mas precisamos da compreensão de todos para que reduzam a velocidade na Avenida Nove de Abril e, de forma mais prudente, contribuam para uma cidade melhor. Não há nenhuma sanha arrecadatória, apenas a preocupação de evitar acidentes no trecho urbano”, conclui o diretor da CMT.

Veja Mais