Cetesb multa 13 motoristas de Cubatão na Operação Fumaça Preta

Órgão busca veículos com os motores desregulados. Foram 605 multas em todo o Estado

01/08/2017 - 08:55 - Atualizado em 01/08/2017 - 08:58

Treze multas foram aplicadas em Cubatão, contra poluição veicular (Foto: Alberto Marques/AT) 

A Operação Fumaça Preta, da Cetesb, resultou nesta segunda-feira (31) na aplicação de 605 multas contra condutores de veículos com motores desregulados em todo o Estado. Desse montante, somente 13 multas foram aplicadas nas rodovias Cônego Domênico Rangoni e dos Imigrantes, no perímetro de Cubatão.

Na Cônego, no km 68, os agentes vistoriaram 2.070 veículos, entre caminhões, ônibus e furgões a diesel, e aplicaram sete multas; na Imigrantes, no km 57, foram verificados 834 veículos, com seis multas.

A operação é uma atividade de rotina da Cetesb desenvolvida durante o ano todo, intensificando-se nos meses mais frios, quando as condições climáticas de tempo mais seco são desfavoráveis à dispersão de poluentes atmosféricos, que afetam a saúde das pessoas, principalmente de crianças e idosos.

A fumaça preta liberada por caminhões sem controle contribuiu para piorar a qualidade do ar. O maior problema ocorre nos grandes centros urbanos, devido à maior concentração da frota de veículos.

O ponto onde houve a maior aplicação de multas foi na blitz montada na Rodovia Anchieta, com 62 autuações. Nesse trecho, a Cetesb fiscalizou mais de 2,1 mil veículos a diesel.

Multa

A autuação ambiental não conta pontos na carteira de habilitação, mas pesa no bolso. O valor é de R$ 1.504,20 para quem for flagrado na Operação Inverno, em São Paulo. No caso de reincidência, a multa pode dobrar. 

A ação contou com a participação de 70 técnicos da Cetesb e com o apoio da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e o Ibama.

Veja Mais